terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Por ela

Sabe, eu não pude ver os primeiros passos da minha filha, não pude leva-la no primeiro dia de aula,não pude ver seu dente crecer,não a vejo dormir e acordar todos os dias.Isso me mata a alma, isso me fere de morte. Mas quando a vejo sorrir, quando a vejo gritar UJS, quando a vejo dizer: Papai eu te amo, eu me dou conta que eu não sou um pai comum..eu me dou conta que sacrifiquei parte da minha vida pra que outros pais pudessem ver seus filhos crescendo num país melhor... Me perdoa fillha pela ausencia, pela distancia...Mas é o preço que o papai paga pra lutar por um mundo melhor... TE AMO, um amor tão puro que não sabe a força que tem...

3 comentários:

Diniz Sena disse...

Que declaração de amor linda!!! Isso só poderia ser escrito por um pai apaixonado pela coisa mais valiosa de sua vida, mas não apenas por um pai, este texto só poderia ser escrito por um pai sonhador, lutador e socialista. Um pai que dedica sua vida para construir uma mundo melhor - não pra ele - mas para sua filha.

Parabéns Rodrigo pela belíssima demonstração de amor.

Tatiana Costa disse...

Rodrigo,
Certamente Mariana terá orgulho de você, e se emocionará quando entender o que escrevestes. O importante de tudo é que tens a consciência de mundo e o amor de um pai consciente de ausência. Então meu caro, aproveite sempre cada instante quando estiver ao lado da sua princesinha e nesses momentos faça-a entender e saber o quanto é amada. Pois, o tempo passa depressa, e olha que minha experiência é pouca, só 47 dias de Mãe, mas o AMOR, por um(a) filho(a), independe de tempo, hora e lugar.
Abraços.

Rodrigo Moraes disse...

obrigado meus amigos....
espero ser cada dia um pai melhor..