quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Integração avança na América do Sul

O Plenário do Senado aprovou na noite desta terça-feira, por 35 votos a 27, o projeto de decreto legislativo (PDS 430/09) que referenda o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul. O texto agora vai a promulgação. Com isso, fica faltando apenas a anuência do parlamento do Paraguai para que o país efetivamente passe a integrar o bloco, pois Argentina e Uruguai também já deram sua aprovação.

PCdoB do Pará elege sua comissão política e aprova resolução

Reunidos no sábado do dia 12/12 no auditório do sindicato dos bancários em Belém, o Pleno do Comitê Estadual do Partido Comunista do Brasil elegeu sua Comissão Política, seu Secretariado e aprovou resolução para a batalha de 2010.


Cerca de quarenta dirigentes do Pleno do Comitê Estadual do PCdoB-Pará, estiveram presentes na reunião que debateu sua estratégia para a batalha eleitoral de 2010, e a nova composição de sua Comissão Política.

Resolução Política

1 – Realização de um seminário eleitoral para janeiro de 2010, objetivando debater e organizar a participação dos comunistas paraenses na batalha eleitoral de 2010.
2- Pela recondução das forças de esquerda no Governo do Estado do Pará e pela aprovação de uma plataforma mínima para avançar no desenvolvimento do estado com inclusão social e valorização do trabalho.
3- O PCdoB no Pará buscará participar da composição da chapa majoritária.
4- Organizar o projeto eleitoral próprio do Partido, que tem como centro a disputa de uma vaga na Câmara Federal e a eleição de deputados estaduais com chapa própria.
5- Apresentar desde já a chapa de pré-candidatos para disputa na Assembléia Legislativa do estado do Pará.

Eleição do Secretariado e da Comissão Política

A Comissão Política cessante apresentou as propostas de nomes e dos critérios para a composição da nova comissão política e do secretariado.

Na apresentação foi ressaltado que a nova comissão política tem como tarefa central a batalha eleitoral de 2010, além de buscar o fortalecimento do Partido nos movimentos sociais e travar a luta de idéias na sociedade paraense.

Na composição buscou fortalecer com representação política e institucional; presença de movimentos sociais, representação de trabalhadores, da estrutura partidária, e de representação de gênero com 1/3 de presença feminina. Outro fator que contou como critério foi o da consolidação da direção com membros da comissão política cessante, ao mesmo tempo em que foi renovada 1/3 da direção.

Após um longo debate foi eleita de forma secreta a direção central do PCdoB no Pará.

Composição:
Aroldo Carneiro – Secretário de Finanças
Antônia Botelho
Eneida Guimarães – Secretária de Formação e Propaganda
Èrico Albuquerque – Vice Presidente e Secretário Sindical
Jorge Farias – Secretário de Igualdade Racial
Jorge Panzera – Secretário de Organização
Ketno Lucas – Secretário de Juventude
Leila Márcia
Lélio Costa
Mailson Lima – Secretário de Movimentos Sociais e Populares
Maíra Nogueira – Secretária de Mulheres
Marcão Fonteles
Marcela Nogueira
Márcia Pinheiro
Maria Aparecida
Moisés Alves – Secretário de Comunicação
Neco (Marcos Panzera)
Neuton Miranda – Secretário Político
Roberto Martins – Secretário de Relações Institucionais
Rodrigo Moraes
Vanderlei Pinheiro

O Secretariado será composto pela: Presidência; Vice-Presidência; Secretarias de Organização, Finanças, Formação e Propaganda e pala Secretaria de Comunicação.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

América Latina em alerta

Eleição no Chile

Com 99,42% das urnas apuradas no Chile, o candidato direitista Sebastián Piñera, (44%) enfrentará o candidato da Concertação, Eduardo Frei (29%) no segundo turno. O independente Marco Enríquez-Ominami reuniu 20% dos votos e liberou seus eleitores para votarem em quem desejarem. e o comunista Jorge Arrate teve 6%. Este último disse que não dará um cheque em branco para o segundo turno, mas apoiará Frei, que presidiu o país de 1994 a 2000.

Diretório Estadual do PT: o desafio em 2010 é mobilizar a sociedade, para que o Brasil e o Pará continuem avançando.

O Partido dos Trabalhadores divulgou documento poltico do PT-Pará

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Presidente Nacional do PCdoB lança livro em Belém





data: 16 de Dezembro 2009 (quarta feira)
Horario:19:00 horas
local:Auditório da OAB /

A obra que será lançada é uma parceria entre a editora Anita Garibaldi e a Fundação Maurício Grabois. Ideias e rumos reúne textos, intervenções políticas e discursos de Rabelo ao longo de seus quase oito anos à frente do partido. O livro traz reflexões acerca da conjuntura política nacional e internacional nas últimas três décadas. Dividida em três partes – O Rumo, O Caminho e O Instrumento – a obra oferece avaliações teóricas sobre as diretrizes e a luta do partido pelo socialismo. O livro tem como maior trunfo reunir para os leitores os textos mais importantes escritos pela liderança do partido.

Movimento estudantil na UFPA

A UJS venceu duas importantes disputas na ultima sexta-feira.As eleições dos Centros acadêmicos de Turismo e de Geologia foram vencidas pelas chapas apoiadas pela UJS.

UJS vence congresso da UBES e elege novo presidente

Eleição aconteceu no último domingo, durante encerramento do 38º Congresso da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas

Chegou ao fim neste domingo, 13 de dezembro, o 38º Congresso da UBES, com a eleição do novo presidente da entidade, o amazonense Yann Evanovick de 19 anos. Foram quatro dias de congresso, que teve a participação de mais de 2.300 estudantes de todas as regiões do país. O evento foi marcado pelo lançamento do livro UBES, um rebeldia consequente, que faz um resgate da história de 60 anos da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

Um representativo ato político Em defesa de 50% do Fundo Social do Pré-sal para Educação, no sábado, reuniu nomes importantes do cenário nacional, entre eles o ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, e o presidente da Agência Nacional do Petróleo, Haroldo Lima - que disseram ser favoráveis à proposta do movimento estudantil.

Ele se foi...

Almir Gabriel deixou o PSDB.Após o anuncio de que Simão Jatene será o candidato tucano ao governo do Pará , o Dr. Almir decidiu abandonar o ninho Tucano.
Será uma eleição entre dois projetos , de um lado o projeto privatista e elitista dos tucanos e de outro o projeto democrático e popular que vem transformando a cara do Pará que estava abandonado nos últimos 12 anos.

Como sempre

Ontem estive no Mangueirão pra ver o Leão Jogar....
Foi um baile e no final COMO SEMPRE..Remo 3 x 1 paissandu

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

UBES esclarece mentira sobre viagem ao congresso

Nota de Esclarecimento
A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas ( UBES) vem publicamente esclarecer os boatos referente a ida da bancada do Estado do Pará para participar do nosso 38 congresso Nacional que ocorrerá em Belo Horizonte –MG.

Nossa entidade tem uma relação de autonomia com qualquer governo e como representante dos estudantes buscamos estabelecer diálogos com as secretarias de Educação e com qualquer governo independente de qual partido pertença o governante.

Neste sentido é preciso dizer o governo do Estado do Pará através da SEDUC deu grande contribuição na realização da e Etapa Estadual que foi realizada em icoaraci.

Pela primeira vez a secretaria de Educação participou do congresso da UBES no Pará, participando de uma mesa de debate sobre a Educação. Participou também deste congresso o Chefe da casa civil Cláudio Puty.

A SEDUC ofereceu dois ônibus para levar toda a bancada do Pará ao congresso , o que resolveria o problema , porém a UJR(União da Juventude Rebelião) entrou em contato com a empresa e pegou um ônibus só pra sua bancada( essa corrente elegeu 28 delegados) e queria um ônibus todo.O problema com os ônibus deve ser resolvidos pelas correntes que atuam no movimento Estudantil. Em nenhum momento a UBES conversou com o Senhor Cláudio Puty sobre ônibus. Não partiu dele nenhuma ordem para que o onibus retornasse ( esse problema é referente as correntes politicas ) .

A UJR não fala em nome dos estudantes do Pará e o ato que realizou na noite de ontem não corresponde com a realidade e muito menos corresponde com a opinião dos estudantes do Pará





Ozinaldo Alves

Vice-presidente da UBES

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Até que enfim, fora Dudu de Belém

Com imensa surpresa e felicidade nossa cidade recebeu a notícia nesta tarde, da cassação do mandato do atual prefeito Duciomar Costa por abuso do poder econômico na sua reeleição em 2008.A cassação foi decretada pelo Juiz sérgio Augusto Andrade da 92ª zona eleitoral da capital.

De Belém, Leila Márcia*


Não resta dúvida de que a possibilidade da posse de José Priante como prefeito, pode abrir um novo ciclo para a cidade, queiramos com mais democracia, transparência e qualidade de vida para o nosso povo.

Para mim, que participei diretamente da campanha em 2008 na condição de candidata a vice-prefeita de Mário Cardoso e pude ver de perto a derrama de dinheiro do atual prefeito, a a compra deslavada de cabos eleitorais e de votos, fico feliz que se faça um pouco de justiça.

Todo belemense que se preze e conhece a cidade, ficou indignado no dia 24/11 a verificar nos jornais a tal premiação de Duciomar como melhor prefeito do Norte e 3º melhor do Brasil por uma tal de Organização Mundial de Estados, Municípios e Províncias.A coisa é mais trágica na medida em que o prêmio leva em conta indicadores sociais, inclusive o da saúde.

A nossa cidade tem sido cenário de escândalos, em especial na área da saúde, no atendimento da urgência e emergência fruto, além dos problemas de gestão, do desvio do dinheiro público, fato pelo qual o próprio Duciomar responde processos movidos pelo Ministério Público Federal.Não é a toa que Dudu nomeou um Conselho Municipal biônico para impedir qualquer controle social sobre a aplicação dos recursos da saúde.

A cassação de Dudu, mesmo que ele possa recorrer, abre uma brecha para que se abra a caixa preta que se transformou a Prefeitura de Belém, situação muito diferente da época do Governo Popular, onde existia orçamento participativo e discussão democrática das obras e serviços.

Das contas de Duciomar, o que pode se esperar são cobras e lagartos.Contratos milionários sem licitação, relação promíscua com a Belém Ambiental(empresa de seus assessores), empreguismo total.Assumindo, Priante vai ter muito trabalho e talvez Dudu tenha que se mudar definitivamente para Argentina...

* Ex-presidente da Ubes, membro do Comitê Central do PCdoB

sábado, 7 de novembro de 2009

Congresso do PCdoB

Neste estou no plenário do congresso Nacional do PCdoB em São Paulo , não pude deixar de socializar com os amigos e leitores do blog a emoção e alegria que estou sentindo neste momento.
Me filiei ao PCdoB em 1999 neste periodo de militância passei por momentos inesqueciveis, PCdoB me deu régua e compasso, me ensinou os valores da coletividade, da humanidade, da luta pelo povo, aprendi valores que marcaram minha vida pra sempre.Durante esse período pude participar de momentos históricos na vida politica do meu Partido ,de meu Estado e do meu país , fui membro do centro acadêmico de pedagogia-UEPA,presidente do DCE-UEPA , membro da executiva nacional dos estudantes de pedagogia, fui do centro academico de história da UFPA, do DCE da UFPA até presidente do conselho Estadual de juventude eu fui.Mas de todas as tarefas que exerci 2 marcarão pra sempre minha vida....A de ter sido diretor da UNE por 4 anos e de ser o atual presidente da UJS no Pará.
Relato essa tragetória porque me enche de orgulho ser de um partido que vive na luta do povo, na luta da juventude e ao participar desse congresso passou um filme em minha cabeça, um filme de minha tragetória neste partido, de uma tragetória pautada na luta pelo Socialismo.
Nesses 10 anos de militância passei em muita sala de aula, distribui muito panfleto, viajei por muitos lugares( até pra Venezuela eu fui) , passei muita fome , briguei com muita gente , fiz muitos amigos , peguei porrada da policia , fiz muita passeata , falei muito ao microfone.....Até disputar eleição pra vereador eu disputei e ainda tive 1464 votos....
Nesse período tive a maior alegria de minha vida, a de me tornar PAI, PAI de uma criança linda, inteligente, revolucionaria, meiga,carinhosa, e muito mas muito minha amiga,de me tornar PAI da Mariana..A gente costuma dizer uma ao outro que AMOR DE PAI E FILHA E PRA SEMPRE.
Mas um PARTIDO como o PCdoB não muda só a minha vida , ele muda a história.Não existe neste país um partido com uma história tão bela e tão contagiante quanto a história do PCdoB.
Ontem antes de dormir eu vi vários jornais celebrando os vinte anos da queda do Muro de Berlim, comemoram o que alguns ousaram dizer que seria o fim da História,mas a história só acaba para os covardes, para os fracos.Para nós comunistas a história é escrita diariamente e hoje podemos comemorar um país mais feliz, uma Ameriaca latina que se levanta , o SOCIALISMO que se renova e ganha espaço.
Esse congresso me renova , me faz ter a certeza da opção que fiz ,me faz sentir orgulho de ser MILITANTE desse partido.
Continuaremos firmes na luta em defesa de um mundo melhor , de um mundo SOCIALISTA

oficial

eições para nova diretoria do DCE

No último dia 08 de outubro iniciou-se o processo eleitoral que escolherá a nova Diretoria do DCE-UEPA (Diretório Central dos Estudantes), entidade máxima de representação dos discentes da Universidade do Estado do Pará. Foram homologadas duas chapas para concorrerem ao pleito: Chapa 01 – “Sou acadêmico, essencialmente UEPA” e Chapa 02 – “Amanhã vai ser outro dia”. As eleições ocorrerão no próximo dia 19 de novembro (quinta-feira) em todos os Campi da UEPA – Capital e Interior. Segundo o Regimento Eleitoral, podem exercer o direito ao voto, todos os alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação desta Universidade.



fonte :ascom UEPA

DCE UEPA :PSTU tenta dar golpe

A chapa do PSTU tentou dar um golpe na democracia do DCE-UEPA.Depois de ter perdido o prazo de inscrição de chapa,depois de não ter os documentos necessários para concorrer ao pleito do dia 19, o PSTU-PSOL FALSIFICARAM uma ata onde supostamente 3 membros da comissão eleitoral haviam homologado a chapa 3....
A representante de Moju na comissão eleitoral negou que havia participado de qualquer reunião de homologação da chapa 3.Ou seja falsificaram um documento e tentaram dar um golpe no DCE.
Esclarecido o fato , está valendo a verdade , a ELEIÇÃO SERÁ DISPUTADA POR 2 CHAPAS.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Estatudo da Juventude

Essa é a chapa...

PCdoB divulga proposta de composição de novo Comitê Central

Numa atitude inédita em sua história, o PCdoB publica previamente pela internet a relação de nomes indicados para compor o seu novo Comitê Central. São 101 membros que procuram corresponder às necessidades táticas de atuação do partido. Segundo Renato Rabelo, presidente do PCdoB, tanto o processo de indicação dos novos membros quanto sua divulgação antecipada fazem parte “de uma nova fase que o partido atravessa de mudanças para ser cada vez mais democrático”.

1. Adalberto Frasson – RS - filósofo, 49 anos, ingressou no Partido em 1981, membro do CE – Comitê Estadual/RS desde 1991 e presidente desde 1995, membro do Comitê Central desde o 10º Congresso.

2. Adalberto Monteiro – jornalista e poeta, 52 anos, ingressou no Partido em 1979, é Secretário Nacional de Formação e Propaganda desde 2002. Foi do CE/GO entre 1979 e 2001 e presidente de 1991 a 2001, membro do Comitê Central desde o 9º Congresso.

3. Alanir Cardoso – PE - 66 anos, ingressou no Partido em 1972, presidente do CE/PE desde 2000, incorporado ao Comitê Central em 1980 e eleito membro desde o 6º Congresso.

4. Aldo Arantes – GO - advogado, 70 anos, ingressou no Partido em 1972, é Secretário Nacional de meio ambiente do partido, incorporado ao Comitê Central em 1972 e membro até 1979, eleito desde o 7º Congresso.

5. Aldo Rebelo – SP - jornalista, 53 anos, ingressou no Partido em 1977, deputado federal desde 1991. É membro do CE/SP e do Comitê Central desde o 7º Congresso.

6. # Alice Mazzuco Portugal - BA - 50 anos, farmacêutica, militante há 24 anos, deputada federal, Membro do CE/BA e do Fórum Nacional de Mulheres do Partido.

7. Altamiro Borges – jornalista, 50 anos, ingressou no Partido em 1979, atualmente é Secretário Nacional de Comunicação, eleito membro do Comitê Central desde 9º Congresso.

8. # Ana Maria Prestes Rabelo – MG - 31 anos, cientista política, militante há 12 anos. É doutoranda e diretora da ANPG. É membro do CE/MG.

9. Ana Rocha – RJ - psicóloga e jornalista, 59 anos, ingressou no Partido em 1973, presidente CE/RJ, do Fórum Nacional sobre Questão da Mulher do PCdoB, eleita membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

10. André Bezerra - eletrotécnico, 45 anos, ingressou no Partido em 1987, é membro da Comissao Nacional de Organização desde 1997, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

11. # Andre Pereira Reinert Tokarski - atuando em tarefa nacional - 25 anos, formado em direito, militante há 9 anos. Dirigente da UJS, foi coordenador da fração na última gestão da UNE.

12. Andréia Diniz – MG - Operária metalúrgica, 39 anos, ingressou no Partido em 1999, é membro do CE/MG, diretora do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim desde 1993, eleita membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

13. # Ângela Albino - SC - 40 anos, funcionária pública federal, filiada há 6 anos, suplente de deputado estadual. Membro da CE/SC.

14. # Antenor Roberto S. de Medeiros – RN - 48 anos, militante há 26 anos. Presidente do CE/RN.

15. Assis Melo – RS - Soldador, montador – metalúrgico, 43 anos, ingressou no Partido em 1987, é membro do CE/RS desde 1997, vereador em dirigente em Caxias do Sul, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

16. Augusto Buonicore – historiador, 49 anos, ingressou no Partido em 1979, é membro da Comissão Nacional de Formação e Propaganda, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

17. # Augusto Canizela Chagas - atuando em tarefa nacional - 27 anos, filiou-se em 2004, é Presidente da UNE e membro do CE/SP.

18. # Augusto Madeira – DF - 47 anos, militante há 25 anos, advogado, chefe de gabinete da liderança da bancada federal.

19. Aurino Nascimento – BA - operário metalúrgico, 46 anos, ingressou no Partido em 1990, membro do CE/BA e do Comitê Municipal de Camaçari. É presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia. eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

20. # Bartíria Perpétua Lima da Costa - atuando em tarefa nacional - 54 anos, enfermeira, militante há 22 anos. Presidente da CONAM, membro do CE/RJ.

21. Bernardo Joffily – jornalista, 55 anos, ingressou no Partido em 1966. Editor do portal Vermelho na internet desde sua fundação, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

22. # Biga - Dilce Abgail Rodrigues Pereira- RS - 49 anos, Pedagoga, militante do partido desde 1984. Integrante do Fórum de Mulheres do PCdoB e Secretária Nacional de Mulheres da CTB. Membro do CE/RS.

23. Caetano, Aldemir de Carvalho – AM - Engenheiro Eletrônico e Administrador de Empresas, operário da Petrobrás, 51 anos, ingressou no Partido em 1982, membro da CE/AM. Eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

24. # Cláudio Silva Bastos - BA - 26 anos, militante há 10 anos, diretor da Fetag/BA, da CTB/BA e membro do CE/BA.

25. Daniel Almeida – BA - operário têxtil, 54 anos, ingressou no Partido em 1981, deputado federal, membro do CE/BA, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

26. # Daniele Costa Silva – BA - 30 anos, graduanda em Ciências Sociais, militante há 8 anos. Membro do CE/BA, Secretária de Juventude e membro do Forum Permanente sobre a Questão da Mulher e da Coordenação Nacional da UBM.

27. # Davidson de Magalhães Santos – BA - 45 anos, militante há 23 anos. Membro da CE/BA onde ocupa a função de Secretário de Organização. É presidente da Cia de Gás da Bahia.

28. Dilermando Toni – jornalista, 61 anos, ingressou no Partido em 1972, atualmente é membro da Comissão Auxiliar da Presidência do CC, eleito membro do CC desde o 9º Congresso.

29. Divanilton Pereira – RN - operário petroleiro, estudante de Ciências Econômicas, 45 anos, ingressou no Partido em 1987, membro do CE/RN, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

30. Edilon Melo de Queirós – AM - Industriário, 45 anos, filiado desde 2000, membro do CE/AM, eleito membro do CC desde o 11º Congresso.

31. Edmilson Valentim – RJ - operário metalúrgico, 42 anos, ingressou no Partido em 1983, deputado estadual, é da direção do CE/RJ, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

32. # Edson Luis de França - atuando em tarefa nacional - Tem 42 anos, ingressou no Partido em 1991, é coordenador nacional da UNEGRO e membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial e da Coordenação Nacional de Entidades Negras.

33. # Eduardo Bonfim Gomes Ribeiro – AL - 59 anos, militante há 37 anos, secretário de cultura de Macéio, membro da CE/AL.

34. Edvaldo Magalhães – AC - professor, 44 anos, ingressou no Partido em 1985, é deputado estadual é presidente do CE/AC, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

35. Edvaldo Nogueira – SE - 48 anos, ingressou no Partido em 1981, é Prefeito de Aracajú, é do CE/SE, eleito membro do Comitê Central no 9º Congresso.

36. Eron Bezerra – AM - agrônomo e professor universitário, 56 anos, ingressou no Partido em 1977, é deputado estadual licenciado, ocupando cargo em secretaria de estado do AM, é membro do CE/AM, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

37. # Evandro Costa Milhomem - AP - 47 anos, militante há 4 anos. É deputado federal e vice-presidente do PCdoB/AP.

38. # Fabiana de Souza Costa - atuando na direção nacional - 34 anos, militante 17 anos. Foi secretaria de juventude do municipal paulistano, atua na Comissão Nacional de Juventude e no CEMJ.

39. # Flávio Dino de Castro e Costa - MA - 41 anos, advogado e professor universitário, militante há 3 anos. É deputado federal, foi Juiz Federal, é membro da CE/MA.

40. # Gerson Pinheiro de Souza – MA - 48 anos, geógrafo, militante há 26 anos, é membro do CE/MA.

41. Gustavo Petta – SP – 29 anos, ingressou no Partido em 1997, secretário municipal de esportes de Campinas, membro do CE/SP, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

42. Haroldo Lima – BA - engenheiro eletricista, 70 anos, ingressou no Partido em 1972, é diretor geral da ANP, incorporado ao Comitê Central em 1972 e eleito membro desde o 6º Congresso.

43. Inácio Arruda – CE - eletrotécnico, 52 anos, ingressou no Partido em 1981, é senador, da direção estadual do Partido no Ceará, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

44. Jamil Murad – SP - médico, 66 anos, ingressou no Partido em 1968, é vereador em São Paulo, membro do CE/SP, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

45. Jandira Feghali – RJ - médica, 52 anos, ingressou no Partido em 1981, secretária municipal de cultura do RJ, membro do CE/RJ, eleita membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

46. Javier Alfaya – BA - arquiteto, 53 anos, ingressou no Partido em 1978, é deputado estadual, membro do CE/BA, eleito membro do Comitê Central desde o 9º Congresso.

47. Jô Moraes – MG - assistente social, 63 anos, ingressou no Partido em 1972, é deputada federal, presidente do CE/MG, integra o Fórum Nacional Permanente do PCdoB sobre a Questão da Mulher, incorporada para o Comitê Central em 1981, eleita membro desde o 6º Congresso.

48. João Batista Lemos – operário metalúrgico, 56 anos, ingressou no Partido em 1975, é Secretário Sindical Nacional, eleito membro do Comitê Central desde o 6º Congresso.

49. José Reinaldo Carvalho – jornalista, 54 anos, ingressou no Partido em 1972, Secretário Nacional deRelações Internacionais do PCdoB, eleito membro do CC desde o 7º Congresso.

50. Julia Roland – SP - médica, 59 anos, ingressou no Partido em 1979, membro do CE/SP, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

51. # Julieta Palmeira- BA - 54 anos, militante há 32, médica geriatra. É Secretária de Comunicação e da Mulher do CE/BA. Integra o Fórum Nacional Permanente do PCdoB sobre a Questão da Mulher.

52. Julio Vellozo – SP - estudante de História pela USP, 33 anos, ingressou no Partido em 1996, membro do CE/SP e do CM/SP, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

53. Liège Rocha – bibliotecária, 65 anos, ingressou no Partido em 1972, Secretária Nacional sobre Questão da Mulher do PCdoB, eleita membro do Comitê Central desde o 9º Congresso.

54. # Lucia Kluck Stumpf - SP - 27 anos, jornalista, militante há 11 anos. Ex-presidenta da UNE.

55. Luciana Santos – PE - engenheira eletricista, 43 anos, ingressou no Partido em 1987, secretária de estado do governo do PE, membro do CE/PE, eleita membro do Comitê Central no 10º Congresso.

56. Luciano Siqueira – PE - médico, 63 anos, ingressou no Partido em 1972, vereador de Recife, membro do CE/PE, eleito membro do Comitê Central desde o 6º Congresso.

57. Luis Carlos Orro – GO - advogado, 51 anos, ingressou no Partido em 1979, secretário municipal de esportes em Goiânia, membro do CE/GO, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

58. Luiz Fernandes – RJ - cientista político e professor universitário, 51 anos, ingressou no Partido em 1979, atualmente é presidente do FINEP, membro do CE/RJ, eleito membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

59. Madalena Guasco – atuando em tarefa nacional - assistente social e professora universitária, 53 anos, ingressou no Partido em 1977, é presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino – CONTEE, eleita membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

60. # Manoel Carlos Neri da Silva - RO - 51 anos, enfermeiro, militante há 20 anos, presidente do CE/RO. É presidente do Conselho Federal de Enfermagem - COFEN.

61. Manoel Rangel – atuando em tarefa nacional - cineasta, 38 anos, ingressou no Partido em 1982, é diretor geral da Agência Nacional do Cinema – Ancine, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

62. Manuela D’Ávila – RS - jornalista, 28 anos, ingressou no Partido em 2000, é membro de CE/RS e deputada federal, eleita membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

63. Marcelino Granja – PE - Engenheiro Civil, 49 anos, ingressou no Partido em 1982, membro do CE/PE desde 1982, eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

64. Marcelo Brito – Gavião – atuando em tarefa nacional - 29 anos, ingressou no Partido em 1996, é presidente nacional da UJS , eleito membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

65. # Marcelo Cláudio César Cardia - SP - 50 anos, ingressou no partido em 1983, é Secretário Sindical do CE/SP.

66. Marcelo Toledo – SP - operário ferramenteiro, 46 anos, ingressou no Partido em 1981, trabalha na GM, membro do CE/SP, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

67. # Maria de Lourdes Carvalho Rufino – PI - 54 anos, economista, militante há 20 anos. É Secretária de Comunicação do CE/PI.

68. # Marta Brandão da Silva – CE - 39 anos, trabalhadora do setor da saúde, militante há 17 anos, membro do CE/CE. Foi operária do setor de alimentação.

69. Maurício Ramos – RJ - operário oficial encanador, 49 anos, ingressou no Partido em 1981, membro do CE/RJ, foi eleito membro do Comitê Central no 7º Congresso e novamente no 10º Congresso.

70. Milton Alves – PR - 46 anos, ingressou no Partido em 1994, presidente do CE/PR, foi eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

71. Nádia Campeão – SP - engenheira agrônoma, 51 anos, ingressou no Partido em 1979, é presidente do CE/SP, eleita membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

72. Nereide Saviani – atuando na direção nacional - Mestre e Doutora em Educação, 61 anos, ingressou no partido em 1986, é membro da Comissão Nacional de Formação e Propaganda, foi eleita membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

73. # Neuton Miranda Sobrinho - PA - 61 anos, militante há 37 anos. Presidente do Partido no Pará. Ocupa cargo da administração federal.

74. Nivaldo Santana – SP - técnico em serviços administrativos, 56 anos, ingressou no Partido em 1980, membro do CE/SP, foi eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

75. # Olival Freire Jr - BA - 58 anos, físico, militante há 23 anos. Cientista e professor da UFBA.

76. Olívia Santana – BA - pedagoga, 43 anos, ingressou no Partido em 1988, vereadora em Salvador/BA, do CE/BA, integra o Fórum Nacional Permanente do PCdoB sobre a Questão da Mulher, eleita membro do Comitê Central no 10º Congresso.

77. Orlando Silva Júnior – SP - 38 anos, ingressou no Partido em 1989, é Ministério dos Esportes, membro do CE/SP, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

78. Osmar Júnior - PI - advogado, 49 anos, ingressou no Partido em 1981, é deputado federal, membro do CE/PI, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

79. Patinhas - Carlos Augusto Diógenes – CE - engenheiro civil e professor, 65 anos, ingressou no Partido em 1966, membro do CE/CE, eleito membro do Comitê Central desde o 8º Congresso.

80. Péricles de Souza – BA - 66 anos, ingressou no Partido em 1972, membro do CE/BA, eleito membro do Comitê Central desde o 6º Congresso.

81. Perpétua Almeida – AC - professora e bancária, 44 anos, ingressou no Partido em 1987, deputada federal, membro do CE/AC, eleita membro do Comitê Central desde o 11º Congresso.

82. # Raimunda Leone de Jesus - RJ - 43 anos, metalúrgica, militante há 7 anos. Membro Fórum Nacional Permanente do PCdoB sobre a Questão da Mulher; Tesoureira do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro. Membro da CPE/RJ.

83. # Renata Lemos Petta - SP - Tem 27 anos, entrou no partido em 2002, é membro da Executiva Nacional da UJS e preside a entidade no Estado de São Paulo, membro do CE/SP.

84. Renato Rabelo - 67 anos, presidente nacional do Partido, incorporado para o Comitê Central em 1972, eleito membro do Comitê Central desde o 6º Congresso.

85. Renildo Calheiros – PE - Geólogo, 50 anos, prefeito de Olinda, ingressou no Partido em 1979, é membro do CE/PE, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

86. Renildo de Souza – BA – economista e professor universitário, 52 anos, ingressou no Partido em 1979 memebro do CE/BA, eleito membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

87. Ricardo Abreu (Alemão) – atuando na direção nacional - economista, 41 anos, ingressou no Partido em 1986, Secretário Nacional de Juventude e de Movimentos Sociais e Populares, eleito membro do Comitê Central no 9º Congresso.

88. # Romário Galvão Maia - RJ - 44 anos, militante há 24 anos. Secretário Estadual de Ação Institucional e Políticas Públicas do CE/RJ.

89. Ronald Freitas – advogado, 68 anos, Secretário Nacional de Relações Institucionais e Políticas Públicas, incorporado para o Comitê Central em 1972, eleito membro do Comitê Central desde o 6º Congresso.

90. Sérgio Barroso – médico, 54 anos, ingressou no Partido em 1979, é membro da Comissão Nacional de Formação e Propaganda, eleito membro do Comitê Central desde o 7º Congresso.

91. Socorro Gomes – atuando em tarefa nacional - professora, 57 anos, ingressou no Partido em 1972, presidente do Centro Brasileiro de Solidariedade e pela Paz – Cebrapaz, eleita membro Comitê Central desde o 8º Congresso.

92. # Tânia Soares de Souza – SE - 46 anos, deputada estadual, militante há 26 anos. É membro do CE/SE e Presidente do Comitê Municipal de Aracaju

93. # Thiago de Andrade Pinto – PR – 27 anos, economista, líder de equipe de produção, membro do CE/PR e vice-presidente do CM/Curitiba.

94. # Valéria Conceição da Silva – PE - 41 anos, professora, militante há 14 anos. Secretária Sindical do CE/PE e da direção nacional da CTB.

95. Vanessa Grazziotin - AM - farmacêutica, 48 anos, ingressou no Partido em 1980, é deputada federal , membro do CE/AM, eleita membro do Comitê Central desde o 9° Congresso.

96. # Vanja Andrea Reis dos Santos – AM - 41 anos, militante há 21 anos. Integra o CE/AM, é a coordenadora estadual da UBM-AM e da Coordenação Nacional.

97. Vital Nolasco – operário metalúrgico, 62 anos, ingressou no Partido em 1972, é Secretário Nacional de Finanças, eleito membro do CC desde o 8º Congresso.

98. Wadson Ribeiro – MG - 33 anos, ingressou no Partido em 1993, secretário executivo do Ministério dos Esportes, eleito membro do Comitê Central no 10º Congresso.

99. Wagner Gomes - atuando em tarefa nacional - metroviário, 52 anos, ingressou no Partido em 1977, presidente nacional da CTB, membro do CE/SP, eleito para membro do CC desde o 9º Congresso.

100. Walter Sorrentino – médico, 54 anos, ingressou no Partido em 1973, é Secretário Nacional de Organização, eleito membro do CC desde o 7º Congresso.

101. Zito Vieira – MG – sociólogo, 44 anos, ingressou no Partido em 1984, membro do CE/MG, eleito membro do CC desde o 11º Congresso.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Ata da reunião da Comissão eleitoral: chapa do PSTU-PSOl não é homologada

Sandra Batista ..Por Edilza Fontes

o Blog da professora Edilza Fontes tem realizado uma série de entrevistas com personalidades politicas do Pará, entre os entrevistados eu destaco uma pergunta feita para Vice-Prefeita de Ananindeua SANDRA BATISTA.


Edilza: Você quase retornou para o PC do B, o que mudou ? como avalia o retorno de Paulo Fonteles?
Sandra Batista: Ao ingressar no PC do B há 16 anos, o fiz com profunda convicção de que era o único partido que resistiu ao vendaval neoliberal e que conclamava sua militância e o povo brasileiro a lutar contra a opressão e a exploração capitalista e imperialista e reafirmava a superioridade do socialismo sobre o capitalismo, desenvolvendo a renovação deste ideal baseado na experiência e na realidade de nosso país e compreendendo os desafios que se apresentam nos novos tempos.
Portanto em nenhum momento me afastei do Partido por discordância ideológica, ao contrário, reafirmo minha convicção revolucionária e marxista.
Também observei renovação nos quadros do PC do B, com muitas lideranças ingressando no partido dando uma oxigenação que a muito precisava, ao mesmo tempo o retorno de Neuton Miranda à Presidência, que privilegia o debate e conduz o Partido com democracia e com compromisso coletivo.
Por outro lado estou em um Município aonde a direção do PT não prima pelo debate altaneiro muitas vezes permitindo os ataques pessoais, o que tem dificultado a minha adaptação no PT, algumas vezes há o abandono do debate das idéias em detrimento de um pragmatismo terrível. As disputas internas são muito acirradas e a luta por espaço é fratricida.
Não se trata de ingenuidade política como muitos ventilaram de forma maldosa, mas de colocar a política no posto de comando e zelar para que o PT não se afaste dos seus princípios e que o coloca como o Partido que mais a sociedade brasileira tem referencia.
Também não tenho um agrupamento interno, mas estou em conversa políticas com alguns coletivos.
O que balizou a minha permanência foi o fato de estar no mandato de Vice-Prefeita e ter assumido compromisso de contribuir na construção de um projeto político que permita ao PT ter um papel relevante na sociedade de Ananindeua.
Espero que o PED sirva para consolidar um debate ideológico capaz de buscar uma unidade para o fortalecimento do nosso partido tendo em vista a eleição da Dilma e a reeleição da Ana e a retomada da vaga no senado federal.
Quanto ao Paulinho Fonteles presumo que tenha voltado por estar desenvolvendo uma tarefa importante para o PC do B na região do Araguaia, luta que ele sempre se dedicou e buscou as fileiras do partido para exercer sua militância.

DCE UEPA: ÚLTIMO CAPITULO?

Bom o blog tem noticiado com exclusividade o desenrolar das eleições do Diretório Central do Estudantes da UEPA.Ontem a comissão eleitoral analisou os documentos da chapa do PSTU-PSOL e constatou que faltava 1 interior para alcançar o necessário para a inscrição da chapa.
Com isso a chapa foi INDEFERIDA e não disputará as eleições.O PSTU-PSOL já haviam perdido o prazo de inscrição, a comissão aumentou o prazo e agora eles não tem os documentos necessários....Que feio hein.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

CTB cresce no movimento da educação em Belém

A CTB alcançou a histórica marca de 10% de delegados eleitos em Belém para o Congresso do SINTEPP.É só o começo comemoram os dirigentes da central .

Mais um capitulo da novela : DCE UEPA

Hoje nas 11:30 a comissão eleitoral irá se reunir para decidir pela homologação ou não da chapa do PSTU-PSOL no DCE Uepa.

Uruguai mais vermelho

José Mujica teve um notável resultado na eleição presidencial uruguaia deste domingo (25). Faltaram poucos votos para o legendário ex-líder guerrilheiro tupamaro e ex-preso político fazer o que todos vaticinavam como impossível e triunfar já no primeiro turno.

Em um universo de 2,3 milhões de votantes (com notável participação de 89% dos eleitores), Mujica teve mais de 50 mil votos de vantagem sobre a soma dos dois partidos tradicionais e conservadores – o Blanco e o Colorado. Contando-se apenas os votos válidos, alcançou 49,2%. Os votos do Partido Independente e da Assembléia Popular, que somaram 2,6%, tendem para o candidato progressista.

Em outra notável proeza, desmentindo os augúrios em contrário, a Frente Ampla, que forma a base de Mujica, obteve 49,2% dos votos válidos para o Parlamento. Elegeu 50 deputados e 16 senadores, que lhe asseguram maioria em ambas as casas do Legislativo.

O balotaje (como os uruguaios chamam o segundo turno) deve ser visto como uma outra eleição. Luis Alberto Lacalle, o candidato blanco da direita, conta agora com o apoio de Pedro Bordaberry, da direita mais assumida e estridente.

Além disso, neste mesmo domingo foram derrotadas em plebiscito duas iniciativas legislativas progressistas: a derrubada da "lei da impunidade", que obteve 47% dos votos; e o voto pelo correio para o imenso contingente de uruguaios que teve de emigrar nas últimas décadas, que ficou com 36%.

A vitória não virá portanto por inércia. Mas encontra-se ao alcance da ousadia e talento da notável força que é a militância frenteamplista, nos próximos trinta dias.

A eleição de Mujica significará não só a continuidade mas também o aprofundamento da onda de mudanças iniciada no Uruguai com a vitória de Tabaré Vásquez, também da Frente Ampla, em 2004. Embora concorra com uma plataforma ampla, e tenha como vice um esquerdista moderado, Danilo Astori, Mujica afiançou-se como candidato graças às forças mais consequentes dentro da Frente Ampla, entre elas o Movimento de Participação Popular, ao qual pertence, e o Partido Comunista do Uruguai. Eleito, representará, por sua biografia e atitude, um considerável passo à esquerda para o Uruguai.

É de se esperar que fiquem no passado as vacilações entre o caminho da integração latino-americana e o de um Tratado de Livre Comércio com os Estados Unidos, que marcaram o governo Vásquez. Assim como a "Crise das Papeleiras", com a vizinha Argentina, e a manutenção dos "fundamentos" caros ao neoliberalismo, em matéria de política macroeconômica – e bem conhecidos dos brasileiros.

A eleição no Uruguai traz lições para o conjunto do movimento antineoliberal e aintiimperialista na América Latina. Ali, como em todo o Continente Rebelde, "vamos para um grande plebiscito entre as duas visões de país que estão disputando o governo" – conforme as palavras de Mujica ao festejar o resultado do 25 de outubro.

No Uruguai como em toda a América Latina, as forças oligárquicas e pró-imperialistas não se conformam nem dão tréguas. Encaram as derrotas que vêm sofrendo nas urnas como o que chamam "ditadura democrática" e o fim do seu poder absoluto como o fim do mundo. Mas desde o Rio Grande até a Terra do Fogo os povos despertaram e vão desbravando os seus caminhos, caudalosos e irreprimíveis como os rios gigantes desta parte do mundo.

www.vermelho.org.br

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Entidades mandam carta para governadora : 1/2 intermunicipal em pauta

CARTA ABERTA À GOVERNADORA
DO ESTADO DO PARÁ, ANA JÚLIA CAREPA

DAS ENTIDADES ESTUDANTIS: UPES-UNE-UBES-UAP-UMES-USES

A história dos Movimentos Sociais pela Meia-Passagem no Estado do Pará, remonta a 28 anos atrás, construída através inúmeros atos populares, audiências públicas e grandes mobilizações que culminaram com vitórias e avanços na garantia dos direitos constitucionais da juventude e dos estudantes, evoluindo da condição de um simples convênio estabelecido entre governo estadual e Sindicato dos Transportes Urbanos, para ser efetivamente consagrado na Constituição do Estado do Pará em 1989. Buscando ampliar e garantir o direito a todos os estudantes paraenses, o movimento obteve importante vitória com a Emenda Constitucional nº 35/ 2007, que regulamenta o Artigo 284 da Constituição Estadual. Apesar desse inquestionável avanço, os estudantes do interior do Estado jamais usufruíram desse benefício real.

É a partir do envio do PL 274/07 do Poder Executivo, enviado em caráter de urgência à Assembléia Legislativa, afim de ser debatido e aperfeiçoado pela sociedade, que o Movimento Estudantil detectou limitações e insuficiências contidas no texto original, iniciando nova fase de negociações que garantissem o devido atendimento das demandas da juventude, a exemplo do acordo do “aumento da quilometragem”. Contudo, o PL 274/07 permaneceu esquecido na ALEPA durante 2 anos, sendo apresentado e aprovado no dia 14 de outubro de 2009, novo Substitutivo da Deputada Simone Morgado, onde foram introduzidos outros pontos com os quais temos sérias discordâncias, tais como: §2º e §3º do Art. 1º.

O Inciso 2º refere-se “a rede privada, definindo que o benefício só será concedido quando a renda mínima do responsável financeiro não ultrapassar dois salários mínimos”. J á o Inciso 3º limita o número de assentos aos estudantes, em 10% por viagem”. A inclusão destes pontos nunca foram discutidos com as entidades representativas do Movimento Estudantil, sendo colocados em votação à revelia de nosso consentimento. Nesse sentido, pedimos à Vossa Excelência um posicionamento firme quanto ao veto dos mencionados artigos. Também consideramos oportuno ressaltar nossa legítima preocupação quanto a possível inconstitucionalidade de outros artigos, como a exclusão do ensino fundamental, restrição ao ensino médio, com exigência de freqüência de 60%.


Nelma Neves – União Paraense dos Estudantes (UPES)


Ozinaldo Freitas – União Brasileira dos Estudantes Secundaristas(UBES)


Fausto Bulcão – União Nacional dos Estudantes(UNE)


Cleiton Costa – União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas(UMES)


Francy Santos – União Acadêmica Paraense(UAP)


Joel Silva – União Salvaterrense dos Estudantes Secundaristas(USES)


Ademir Bittencourt – Movimento Pró - Meia


Belém, 23 de Outubro de 2009

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Golpe na eleição do DCE UEPA.

A comissão eleitoral aplicou um duro golpe na democracia da UEPA, depois de ter perdido o prazo de inscrição de chapa o PSTU-PSOL conseguiu que a comissão eleitoral prorrogasse o prazo até 11:30 de hoje para eles apresentarem os documentos necessários para a disputa.
Vele lembrar que o representante do CCNT e CCSE votaram contra esse absurdo

Piada de Salão..no DCE UEPA

olha o nome da chapa apoiada pelo PT-Reitoria na UEPA " somos acadêmicos, essencialmente UEPA" querem disfarçar o apoio do PT mas não dá né.

Pstu-Psol e a disputa do DCE da UEPA

Não teve acordo na comissão eleitoral e a decisão sobre a inscrição da chapa do PSTU-PSOL será deliberada por um CEB(Conselho de Entidades de Base) que foi convocado para sexta-Feira dia 30.
Nem os mais radicais trotkistas acreditam que eles irão vencer o CEB.Com isso é provável que a disputa fique mesmo entre a chapa apoiada pela UJS e a chapa apoiada pelo PT-Reitoria

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Eleições na UEPA

Ontem se encerrou o prazo pra inscrições de chapa para a disputa do Diretório Central dos Estudantes( DCE )da UEPA, e ocorreram também eleições em dois Campus do interior do Estado( São Miguel e Igarapé-Açu).

DCE
Até ontem duas chapas haviam sido homologadas, a chapa " AMANHÃ VAI SER OUTRO DIA"(compostas por estudantes independentes e apoiada pela UJS) e a chapa dos estudantes independentes apoiada pelo PT e pela reitoria.
A chapa apoiada pelo PSOL-PSTU perdeu o prazo de inscrição e entrou com recurso para que a comissão eleitoral aceite a inscrição da sua chapa.Hoje ocorrerá reunião da comissão eleitoral para decidir o caso.

Reitoria toma partido
A reitoria da UEPA tomou partido e vai apoiar a chapa do PT para a disputa do DCE da UEPA,vários coordenadores de núcleo ajudaram na montagem da chapa indicando estudantes para compor a chapa petista.

Eleições nos interiores
Como havia dito anteriormente ontem ocorreram eleições para os diretórios acadêmicos de São Miguel e de Iguarapé-Açú ,as duas eleições foram vencidadas pela chapa apoiadas pela UJS.Em iguarapé açu a chapa derrotada era apoiada pelo PSOL e em São Miguel a chapa derrotada era apoiada pelo prefeito do municipo.

PS.Um mês atras um amigo do PT me disse :A UJS acabou na UEPA....
PS2:É Aguardar pra ver se meu amigo petista é um profeta ou é mau de análise politica

Governadora pode Fazer história...e dar VETO.

Está nas mãos da Governadora Ana Júlia a proposta de meia passagem intermunicipal aprovada pela Assembleia Legislativa, As entidades estudantis (UNE,UAP,UBES,UMES) esperam que a governadora faça um gesto histórico e de VETO ao artigo que limita em 10% o uso do beneficio.
Se fizer isso nossa governadora entrará para a história como a governadora que garantiu o beneficio de meia passagem intermunicipal aos estudantes do Pará.

1/2 intermunicipal...

O projeto de Meia Passagem que foi aprovado na Assembléia legislativa não agradou as entidades estudantis.Limitar em 10% por veiculo o uso do benefício não representa os anseios da classe estudantil.Durante a sessão o Dep.Jordy( PPS)apresentou proposta de 30% que teve imediato apoio dos estudantes que ocupavam a galeria.Infelizmente a proposta não passou , inclusive a bancada do PT que se encontrava no plenário votou contra a proposta do deputado Jordy.
O PT que foi um dos partidos que mais contribuíram com a luta pela meia passagem em Belém, que trava um bom combate na oposição ao prefeito Duciomar Costa precisa conversar com sua bancada na Alepa.Esperamos que em votações próximas a bancada do PT vote com os estudantes.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

UJS realiza ato com protogenes Queiroz na UFPA






















Cerca de 150 pessoas participaram do Debate "Passando o Brasil a limpo" que contou com a presença do Delegado Protogenes Queiroz.Promovido pela Direção Estadual da UJS , o debate ocorreu na UFPA e contou com o apoio do CADEL, UNE e UAP.
O debate fez parte das comemorações dos 25 anos da União da Juventude Socialista e foi marcado pela ampla participação dos estudantes da Universidade.Protogenes abordou as questões da ética , da corrupção, do combate ao banditismo, durante todo o evento Protogenes foi bastante aplaudido e na intervenções dos estudantes vários prestaram Solidariedade fazendo referencia a perseguição que Protogenes vem Sofrendo por parte da Imprensa e da cúpula da PF.
O ponto auto do debate foi quando perguntaram o que o Delegado Protogenes achava de Gilmar Mendes( O plenário caiu o riso- demonstrando que a opinião pública condena Gilmar Mendes)protogenes então ratificou a plenária e falou o triste Papel desenvolvido pelo presidente do STF.
Ao ser abordado sobre politica Protogenes salientou a importância da participação Politica do Povo e contou que se filiou ao PCdoB e que pretende disputar um cargo eletivo em 2010.
Ao final Protogenes afirmou que continuará lutando contra a corrupção e contra os bandidos que roubam o Brasil

PCdoB realiza uma vitoriosa conferência no Pará


Na abertura do evento contamos com a presença de Liege Rocha, representando o Comitê Central, Jorge Panzera, Secretário de Esporte e Lazer do Governo do Pará, Neuton Miranda, Presidente Estadual do PCdoB e Superintendente Regional do Patrimônio da União e do Delegado Protógenes Queiros, recente liderança nacional filiado ao Partido, além das entidades do movimento social (UNE, UJS, CTB, UNEGRO e CONAM).
O auditório do Centro Integrado de Serviços para Necessidades Especiais – CISNE ficou lotado pelos delegados e delegadas eleitos a XIII Conferência Estadual.
O evento tratou das teses do 12º Congresso Nacional do PCdoB, do balanço da atuação do Partido e da eleição da nova direção do Comitê Estadual.

O Partido reuniu no processo de toda a conferência cerca de 5000 filiados em todo o estado, com organização em mais de cem municípios do Pará. Vale destacar a presença em várias cidades com mais de cem mil habitantes. Foram eleitos trinta e sete delegados e dez suplentes para o Congresso Nacional do PCdoB.
O evento transcorreu em clima de grande unidade política e ideológica dos comunistas paraenses, com uma participação massiva nos debates dos delegados presentes, demonstrando um amplo exercício da democracia interna.
Outro fator importante foi a relação renovação e permanência, sendo que o núcleo mais ativo manteve-se a frente do Partido (já que o balanço apresentado pela direção cessante foi muito positivo).

A Conferência coroou o processo de abertura e crescimento da organização comunista no Pará, em todo o processo tivemos mais de duas mil novas filiações com adesão de grande numero de militantes de outras agremiações partidárias em particular do PSB e do PT que foram bem recebidos e passaram a dar importante contribuição na construção partidária sendo um dos fatores responsáveis pelo êxito da construção da XIII Conferência.
Com muita vibração e disposição de luta foi eleita a nova direção do PCdoB paraense que conduzirá o Partido nos próximos dois anos.


Conheça a Nova Direção Estadual do PCdoB Pará

Jorge Luiz Guimarães Panzera
Neuton Miranda Sobrinho
Leila Márcia Silva Santos
Eneida Guimarães dos Santos
José Marcos Araújo (Marcão)
Antonio Carlos Junior
Érico de Albuquerque
Márcia Pinheiro Leal
Jorge Lopes Farias
Liduína Monteiro Menezes (Lia)
José Roberto Costa Martins
Maíra Nogueira
Marcos Casteli Panzera (Neco)
Graça Antunes
Jorge Elias de Oliveira
Marcela Nogueira
Márcia Andréia Lima
Maria Aparecida Cavalcante
Rita Miriam
Cleber Rezende
Lélio Costa da Silva
Maílson Lima Nazaré
Rodrigo Ferreira de Moraes
Aroldo Carneiro
Ivan Tavares da Silva
Antonio Braga (Neguinho)
Andréea Silva Vieira
Leandro Schilipake
Soraya (Tucuruí)
Edivarde Gomes de Farias
Manoel Santos (Manoelzinho)
Marcos Carmo de Almeida
Moisés Alves de Souza
Ray Carlos
Ana Nabiça
Anderson Oliveira Maia
José Jair Alves da Costa
Luzia Canuto
Marcio Marcelo Trindade
Adaias Cardoso Gonçalves
Antonia Botelho
Ginelda Silva Lima
Ketno Lucas Santiago
Vanderlei Maciel Pinheiro
André Paxiúba
Alcione Sibeli Moreira
Denilson Sampaio Viana
Henos Silva
José Luiz Ferreira (Luizinho)
Edmilson Almeida
João Antonio Albuquerque
Antonio Lima Gomes
Ernandes Aires Gomes
Lula Fonteles
Fausto Bulcão Neto
Francy Rose
Rildo Jastes Furtado
Manoel Maria de Moraes Paiva
Odércio Monteiro Silva



Delegados e Suplentes eleitos

Delegados
NEUTON MIRANDA
LEILA MARCIA
JORGE PANZERA
ÉRICO ALBUQUERQUE
ROBERTO MARTINS
MARCÃO FONTELES
AROLDO CARNEIRO
MÁRCIA PINHEIRO
LIA MENEZES
JORGE FARIAS
MAÍRA NOGUEIRA
MARCELA NOGUEIRA
CLEBER REZENDE
ANTONIO CARLOS JR.
ENEIDA GUIMARÃES
RODRIGO MORAES
MOISÉS ALVES
MAILSON LIMA
JORGE ELIAS
EDIVARDE GOMES
VANDERLEI PINHEIRO
MARIA APARECIDA
GRAÇA ANTUNES
IVAN TAVARES
RILDO JASTE
ALCIONE SIBELI
ANA NABIÇA
DENILSON SAMPAIO
LUIS NETO
ANDERSON MAIA
GINELDA SILVA
ANTONIA BOTELHO
ZILMA DE SOUZA
ODÉRCIO MONTEIRO
HENOS SILVA
LULA
JOÃO PAIVA

Suplentes
MARIO HES
MARCIA ANDREIA
FAUSTO BULCAO
MOACIR MARTINS
MANOELZINHO
ORLANDO CANUTO
NEGUINHO
JOÃO PAULO
SORAIA TUCURUI
JAIRO RODRIGUES
MICHEL SODRE
FRANCY
JOSÉ LUIS
MÁRIO FILHO
IVANILSON

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Maior Congresso da História do PCdoB no Pará.

Começa hoje as 10:00 o processo de credenciamento na sede do PCdoB no Pará do MAIOR CONGRESSO da história do meu partido no Estado.Foram mais de 4 mil reunidos em debates e conferências em 100 municípios do nosso Estado.Isso prova que o PCdoB é um partido forte e vai chegar em 2010 preparado para voltar a AL e ao congresso Nacional.
O ATO POLÍTICO DE ABERTURA DA 13ª CONFERÊNCIA DO PC do B/PARÁ, será dia 03/10 (Sábado) às 8:30h, no auditório do CISNE, na Avenida Almirante Barroso, em frente ao Hospital Belém, no bairro do Marco, em Belém.
Entre outras autoridades e personalidades políticas contaremos com a presença do Delegado da Polícia Federal de São Paulo Protógenes Queiroz

Derrota dos ruralistas, derrota da UDN

A bancada ruralista no Congresso bem que tentou, mas acabou sendo derrotada na intenção de criar uma CPI mista para investigar o repasse de recursos do governo federal ao MST. A retirada das 42 assinaturas de deputados do pedido de instalação da comissão foi o golpe fatal. Eles precisavam do apoio de 171 parlamentares na Câmara, mas no final acabaram obtendo 168. No Senado, onde necessitavam de no mínimo 27, mantiveram as 36 assinaturas.

Prego de Motorista

PELA SEI LÁ VEZ....Fiquei no prego de gasolina( em plena Augusto Montenegro)
que merdaaaaaaaaa

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Protogenes chega Sexta-Feira em BELÉM























Chega na próxima Sexta-Feira na cidade das Mangueiras o delegado da Policia Federal Protogenes Queiroz,Filiado ao PCdoB ele participará da abertura do Congresso Estadual do Partido Comunista do Brasil.Protogenes participará também de um debate na UFPA na segunda pela manhã em evento promovido pela UJS, UNE e UAP.

PSB, o socialista pragmático, cresce com empresários

O PSB, Partido Socialista Brasileiro, nunca foi assim tão socialista. Mas agora há uma guinada quase para o sentido oposto.
Em São Paulo, filiou-se ao PSB o presidente da Fiesp (federação das indústrias), Paulo Skaff. Em Brasília, entrou para o PSB o senador Adelmir Santana, que era do Democratas, um partido de centro-direita. Adelmir Santana também é dirigente da Federação do Comércio do Distrito Federal –ou seja, não tem nada de socialista, mas entrou na sigla.
Em Minas Gerais, outro empresário entrou no partido. É Walfrido Mares Guia, que foi ministro de Lula, estava no PTB e agora virou socialista –entrou no PSB.
O PSB foi comandado durante muito tempo por Miguel Arraes, político tradicional pernambucano que morreu em 2005. De lá para cá, está sob o comando de um neto de Arraes, Eduardo Campos, o atual governador de Pernambuco.
No plano federal, está cada vez mais certo que o PSB deve ter candidato próprio a presidente. Deve ser o deputado federal cearense Ciro Gomes.
Em resumo, o PSB estará presente na disputa federal (para presidente) e vai entrar para valer nas eleições de vários Estados.
Esse crescimento de nomes no PSB indica que essa deverá ser a sigla na órbita lulista que pode apresentar o crescimento percentual mais relevante em 2010.
Mesmo que não vença a eleição, digamos, para o Palácio dos Bandeirantes com o empresário Paulo Skaff, o PSB garantirá certamente a conquista de várias cadeiras na Câmara dos Deputados.
Aliás, em São Paulo, Paulo Skaff concorrendo ao governo terá ao seu lado como candidato a senador o ex-tucano, e agora também socialista, o vereador paulistano Gabriel Chalita.
Em resumo, o PSB pode ser um dos partidos pequenos que mais crescerá eleitoralmente em 2010. De socialista, ficará apenas com o nome. Mas o mais relevante é que pode se consolidar com a quarta força política do pais –atrás de PT, PSDB e PMDB. Há chance real de os “socialistas” deixarem para trás DEM, PTB, PP, PR e outros.


Fonte: Blog do Fernando Rodrigues

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Trago Comigo

Passei os últimos quatros Domingos assistindo um Programa da TV Cultura chamado "TRAGO COMIGO"..Vale muito a pena ver essa minissérie da TV Cultura.
Com Carlos Alberto Riccelli encabeçando o elenco, a minissérie em quatro episódios "Trago Comigo", de Tata Amaral. Parte do projeto Direções, parceria entre Cultura e SescTV, a série de programas conta a história de Telmo Marinicov, diretor de teatro e ex-guerrilheiro às voltas com a perda de uma parte importante de sua memória de ativista político durante a ditadura.

Boa Leitura..

Estou relendo o livro de MARX , manifesto do Partido Comunista....
Sempre é bom ler esse clássico

1/2 Passagem intermunicipal...

Próxima Quarta-feira será votada a Lei de 1/2 passagem intermunicipal na ALEPA.
As entidades estudantis(UNE,UMES,UAP) prometem cobrar dos deputados a aprovação do Projeto(Regulamentação).

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Carta de EDILZA FONTES se desligando da DS

Belém, 27 de setembro de 2009.
Companheiros (as) da tendência Interna petista “Democracia Socialista”

Sou militante histórica do PT, e ajudei a construir junto com outros companheiros e companheiras a intervenção do partido em nosso Estado. Minha história de compromisso com a transformação social e com o socialismo é anterior ao próprio PT. Vem dos tempos sombrios do regime militar quando participei de um dos mais importantes agrupamentos clandestinos da esquerda nacional, o Partido Revolucionário Comunista – PRC.
Atuei de diversas formas no movimento social, nos anos mais difíceis para a democracia e a liberdade. Com denodo, ética, espírito revolucionário e seriedade, tenho a convicção que muito contribuí à história social de nosso povo, seja na luta política, seja nas experiências e tradições de classe que comunguei em minha trajetória. Sou personagem de um enredo marcado pela defesa do humanismo no seu mais radical princípio: a libertação plena da humanidade contra tudo que corrói e oprime a essência humana. Na partilha dessa experiência, tornei-me sujeito histórico plena de contradições, nas diversas faces que me fez mulher, mãe, professora e produtora de conhecimento.
Junto a essa trajetória de sujeito e ator social, galguei com meus próprios esforços, a carreira acadêmica, abraçada por mim com suor, estudo e trabalho, sem usar de recursos escusos e anti-profissionais para alcançar meus objetivos. Dediquei-me ao ofício de historiadora pontuando a carreira acadêmica na dupla missão de amar o saber, inscrevendo-o na história social militante, fazendo o possível para fugir ao script do diletantismo deletério.
Foi com esse background cultural e político que assumi cargos importantes de gestão em esferas diferentes do Estado, com transparência, ética, senso de gestão profissional e comprometida com a coisa pública, de forma eficiente e eficaz. Prova disso são as minhas contas aprovadas, sem máculas pelos organismos públicos de auditagem, desde a minha experiência de gestão na UFPA, na Fundação Cultural de Belém – FUMBEL em 1997 até a última na Direção Geral da Escola de Governo do Estado do Pará – EGPA, entre 2007 e 2009 e na Coordenação do Planejamento Territorial Participativo – PTP.
No governo do Estado, atuei de forma leal, aberta e sincera com a Governadora Ana Júlia Carepa, cuja gestão ajudei a eleger em 2006, com afinco e labor. Nos momentos críticos do governo, pautei o debate fraterno com qualidade, sem entrar no baixo joguetes de disputas fratricidas, ao mesmo tempo fortalecendo nosso projeto de governo diante dos ataques permanentes de nossos adversários internos e externos.
Na DS atuei com a mesma lealdade e tenho certeza que ajudei em muito no seu crescimento como tendência, saltando de forma qualitativa e quantitativa no PED de 2007 para uma intervenção consistente na estrutura interna do PT. A DS hoje no PT, a despeito da máquina governamental, é uma tendência em crescimento, graças às estratégias que ajudei a construir com os (as) companheiros (as).
Em torno dessas considerações é que me sinto a vontade de me dirigir aos (as) companheiros (as) para apresentar por este documento, meu pedido de desligamento da tendência. Não me sinto à vontade de continuar na tendência, após os acontecimentos do primeiro semestre, quando fui exonerada do governo, sem qualquer acusação de malversação administrativa, em nome de uma barganha política com adversários do passado recente e ainda tendo que abrir mão da coordenação de um programa que de forma apaixonada e responsável dirigi nesses 2 anos e meio de governo, o PTP.
Mais do que isso, fui objeto de uma disputa interna na tendência, cuja finalidade serviu tão somente para resguardar candidaturas. Nada tenho pessoalmente contra o atual Chefe da Casa Civil, sr. Cláudio Puty ou ao atual secretário de cultura, sr. Edílson Moura, candidatos ungidos como únicos capazes de representarem a DS. Minhas objeções são políticas por defender a legitimidade de qualquer candidatura parlamentar, independente da vontade suprema e absoluta de alguns e algumas.
Por conta desse claro posicionamento, fui excluída do projeto estruturado pela DS para as eleições de 2010. Escorraçada do governo que, repito, jamais deixei em constrangimento público sob quaisquer processos judiciais, e tenho sofrido também um processo violento de expurgo simbólico e real. Fui eleita para compor o GT da tendência em nossa última conferência, mas a relação que o núcleo dirigente tem tido comigo é de total desprezo às nossas tradições democráticas.
A título de exemplo, nunca fui consultada quanto ao papel da candidatura de Suely Oliveira no PED e sei que esse debate nunca foi aprofundado no interior da tendência. Para agravar o desrespeito dos (as) companheiros (as), fui alijada da Executiva Estadual do PT por um processo de expurgo comandado pelo GT da DS, da forma mais absurda possível, sem direito de defesa em uma reunião onde não fui avisada ser ponto de pauta a avaliação sobre minha atuação na executiva do PT, o que revela o lamentável grau de autoritarismo que tem dado substância às ações dos (as) companheiros (as).
Nesse sentido, já ficou evidente que na há mais clima para continuar na tendência. Sinto-me constrangida de ainda representar uma tendência que não tem tido o mínimo de respeito e solidariedade para com essa companheira.
Ao sair da DS, quero deixar claro que continuarei a debater com o campo da “Mensagem ao Partido”, procurando agrupar-me nesse horizonte dentro do PT. Não irei para outro partido e vou manter minha candidatura à Deputada Estadual em 2010.
Saio da DS com o dever cumprido com a tendência, com o PT e com o governo sem contas bloqueadas na justiça e limpa para com minhas obrigações de gestora pública. Agradeço a confiança depositada pelos (as) companheiros (as) ao indicar-me aos cargos públicos que assumi e sei que cumpri rigorosamente a defesa do projeto que pensamos para o nosso Estado.
Sejamos felizes, cada um em nossos caminhos, ao mesmo tempo juntos na tarefa de refundar o PT.

Saudações Petistas,
Edilza Fontes

Governo de Honduras é golpista e não interino

A Globo ainda chama os Golpistas e interinos...É FODA

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Ditadura no Brasil : Dilma Lutou , Serra fugiu...

Em que mãos você gostaria que estivesse o Brasil? Qual o verdadeiro diploma que cada um tem e que conta para construir um país justo, soberano e humanista?

Nas horas mais difíceis se revela a personalidade – as forças e as fraquezas - de cada um. Os franceses puderam fazer esse teste quando foram invadidos e tinham que se decidir entre compactuar com o governo capitulacionsista de Vichy ou participar da resistência. Os italianos podiam optar entre participar da resistência clandestina ou aderir ao regime fascista. Os alemães perguntam a seus pais onde estavam no momento do nazismo.

No Brasil também, na hora negra da ditadura militar, formos todos testados na nossa firmeza na decisão de lutar contra a ditadura, entre aderir ao regime surgido do golpe, tentar ficar alheios a todas as brutalidades que sucediam ou somar-se à resistência. Poderíamos olhar para trás, para saber onde estava cada um naquele período.

Dois personagens que aparecem como pré-candidatos à presidência são casos opostos de comportamento e daí podemos julgar seu caráter, exatamente no momento mais difícil, quando não era possível esconder seus comportamentos, sua personalidade, sua coragem para enfrentar dificuldades, seus valores.

José Serra era dirigente estudantil, tinha sido presidente do Grêmio Politécnico, da Escola de Engenharia da USP. Já com aquela ânsia de poder que seguiu caracterizando-o por toda a vida, brigou duramente até conseguir ser presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE) de São Paulo e, com os mesmos meios de não se deter diante de nada, chegou a ser presidente da UNE.

Com esse cargo participou do comício da Central do Brasil, em março de 1964, poucas semanas antes do golpe. Nesse evento, foi mais radical do que todos os que discursaram, não apenas de Jango, mas de Miguel Arraes e mesmo de Leonel Brizola.

No dia do golpe, poucos dias depois, da mesma forma que as outras organizações de massa, a UNE, por seu presidente, decretou greve geral. Esperava-se que iria comandar o processo de resistência estudantil, a partir do cargo pelo qual havia lutado tanto e para o qual havia sido eleito.

No entanto, Serra saiu do Brasil no primeiro grupo de pessoas que abandonou o país. Deixou abandonada a UNE, abandonou a luta de resistência dos estudantes contra a ditadura, abandonou o cargo para o qual tinha sido eleito pelos estudantes. Essa a atitude de Serra diante da primeira adversidade.

Por isso sua biografia só menciona que foi presidente da UNE, mas nunca diz que não concluiu o mandato, abandonou a UNE e os estudantes brasileiros. Nunca se pronunciou sobre esse episódio vergonhoso da sua vida.

Os estudantes brasileiros foram em frente, rapidamente se reorganizaram e protagonizaram, a parir de 1965, o primeiro grande ciclo de mobilizações populares de resistência à ditadura, enquanto Serra vivia no exílio, longe da luta dos estudantes. Ficou claro o caráter de Serra, que só voltou ao Brasil quando já havia condições de trabalho legal da oposição, sem maiores riscos.

Outra personalidade que aparece como pré-candidata à presidência também teve que reagir diante das circunstâncias do golpe militar e da ditadura. Dilma Rousseff, estudante mineira, fez outra escolha. Optou por ficar no Brasil e participar ativamente da resistência à ditadura, primeiro das mobilizações estudantis, depois das organizações clandestinas, que buscavam criar as condições para uma luta armada contra a ditadura militar.

No episódio da comissão do Senado em que ela foi questionada por ter assumido que tinha dito mentido durante a ditadura – por um senador da direita, aliado dos tucanos de Serra -, Dilma mostrou todo o seu caráter, o mesmo com que tinha atuado na clandestinidade e resistido duramente às torturas. Disse que mentiu diante das torturas que sofreu, disse que o senador não tem idéia como é duro sofrer as torturas e mentir para salvar aos companheiros. Que se orgulha de ter se comportado dessa maneira, que na ditadura não há verdade, só mentira. Que ela e o senador da base tucano-demo estavam em lados opostos: ela do lado da resistência democrática, ele do lado da ditadura, do regime de terror, que sequestrada, desaparecia, fuzilava, torturava.

Dilma lutou na clandestinidade contra a ditadura, nessa luta foi presa, torturada , condenada, ficando detida quatro anos. Saiu para retomar a luta nas novas condições que a resistência à ditadura colocava. Entrou para o PDT de Brizola, mais tarde ingressou no PT, onde participou como secretária do governo do Rio Grande do Sul. Posteriormente foi Ministra de Minas e Energia e Ministra-chefe da Casa Civil.

Essa trajetória, em particular aquela nas condições mais difíceis, é o grande diploma de Dilma: a dignidade, a firmeza, a coerência, para realizar os ideais que assume como seus. Quem pode revelar sua trajetória com transparência e quem tem que esconder momentos fundamentais da sua vida, porque vividos nas circunstâncias mais difíceis?

Fonte: Blog do Emir

Honduras por Altamiro Borges.

A direita quer sangue em Honduras
A decisão soberana e corajosa do governo Lula de conceder refúgio ao presidente Manuel Zelaya na embaixada brasileira em Tegucigalpa tirou, de vez, a máscara da direita nativa e de sua mídia fascista no tratamento do golpe em Honduras. Na prática, eles sempre torceram pelos golpistas, tratando o presidente eleito democraticamente de “chavista” e omitindo as notícias da repressão, prisões e mesmo da censura aos poucos veículos independentes deste país – as quatro oligarquias que controlam a mídia hondurenha apoiaram deste o início a truculenta quartelada militar.

Agora, tucanos, demos e o grosso da mídia direitista torcem para que haja um derramamento de sangue na embaixada brasileira. Seria a forma mais rápida de abortar os crescentes protestos pelo retorno da democracia ao país e, de quebra, de desgastar o governo Lula. O Globo desta quarta-feira (23) estampou na capa que “ação do Brasil acirra a crise e tensão cresce em Honduras”. O jornal insinua que Zelaya e Lula seriam os culpados por qualquer ato de violência; os golpistas, que transformaram o país num cemitério e já detiveram milhares de pessoas, são inocentados. O editorial da Folha, saudosa da “ditabranda”, acusa a diplomacia brasileira de “aventureira”.

Tucanos enciumados na TV Globo

A manipulação é das mais repugnantes. Nas redes de televisão, que são uma concessão pública, as mentiras ganham alcance de massas. No jornal matinal da TV Globo, Alexandre Garcia, que foi assessor do ditador João Figueiredo (exonerado porque pousou semi-nu numa revista), insiste em rotular Zelaya de “golpista”. Já na Globo News, o ancora André Trigueiro joga o seu passado no lixo e debocha da diplomacia brasileira. Tendencioso, entrevista apenas diplomatas tucanos, sem revelar suas origens. O ex-embaixador Rubens Barbosa, enciumado, torce: “É possível o confronto. O governo de Honduras já disse que responsabilizará o Brasil”. Já o ex-chanceler Luiz Felipe Lampreia, rancoroso, esbraveja: “Zelaya está fazendo da embaixada uma tribuna”.

Guiados pela mídia, senadores tucanos usam a tribuna para criticar os presidentes Zelaya e Lula. Afirmam que o presidente hondurenho é um populista e que Lula deu um palanque político para o seu retorno ao governo. Eduardo Azeredo, autor do AI-5 Digital, e o aloprado Artur Virgilio bem que poderiam oferecer seus serviços de consultoria golpista para os “gorilas” de Honduras. Temerosos com os avanços das forças progressistas e de esquerda na América Latina, a direita nativa e sua mídia venal não vacilam mais em defender os golpistas. A democracia que se dane!

A Globo sempre ao lado do Golpe

A rede Globo que ajudou o golpe militar no Brasil em 64 mais uma vez dá clara demonstração de que é uma Televisão a serviço do atraso , do velho, da direita.Dá nojo de ver os comentários do Arnaldo Jabour, do Alexandre Garcia, a linha editorial adota sobre o o GOLPE em Honduras é condenável.
Vejamos o Governo GOLPISTA para a Globo é governo interino, A embaixada Brasileira que se tornou refugio do Verdadeiro Presidente de Honduras ,para a Globo virou Escritório Politico do Zelaya, o GOLPE MILITAR para a Globo é justificado pela Suprema Corte Hondurenha.
É um festival de atraso do mais reacionário sentimento , o sentimento do Golpe, das ditaduras de Direita.
Essa é a Rede Globo....Começo a dar razão pra EDIR MACEDO..

sábado, 26 de setembro de 2009

PT:Amor meu grande amor...

Edilza Fontes que flertou com o PCdoB e até com o PMDB deve ficar mesmo no PT, porém deixa a DS e deve engrossar as fileiras do MAIS( corrente de Tarso Genro).

Fim de Semana Vermelho.

Neste final de semana ocorre a reunião da Direção Estadual do PCdoB na sede do Sindicato dos Bancários.Em pauta a proposta de nova direção Estadual , balanço da direção atual e nominata para o Congresso Nacional do PCdoB

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

América Latina LIVRE...

VIVA LULA
VIVA CHAVES
VIVA EVO
VIVA RAFAEL CORREA
VIVA HONDURAS
VIVA O SOCIALISMO

PCdoB dá um trabalho

To na sede do PCdoB onde as 9:00 começará a reunião da comissão política Estadual.Cheguei cedo pq hoje levei minha filha Mariana na Escola.....
Domingo haverá a reunião da direção Estadual do PCdoB das 9:00 as 19:00 é muito trabalho....

UBES inicia maior congresso de sua história.

Secundaristas de todo o país já têm data e local para a realização das Etapas Nacionais do 38º Congresso da UBES. Confira a lista e mobilize seu grêmio para participar desta que será a grande festa da democracia da juventude!



UF Data Local
AC 31/out Rio Branco
AL 14/nov Maceió
AM 31/out Manaus
AP 31/out Macapá
BA 14/nov Vitória da Conquista
CE 21/nov fortaleza
DF 14/nov Capital
ES 14/nov Vitoria
GO 14/nov Goiânia
MA 31/out São Luis
MG 21/nov Betim
MS 31/out Campo grande
MT 31/out Rondonópolis
PA 14/nov Belém
PB 31/out Região metropolitana
PE 13/14/15/Nov/2009 Recife
PI 14/nov Teresina
PR 21/nov Apucarana, Toledo ou Arapongas
RJ 19/20/21-Nov Araruama
RN 14/nov Natal
RO 31/out Porto velho
RR 14/nov Boa vista
RS 21/nov Cidreira /Tramandai
SC 31/out Florianópolis
SE 31/out Aracaju
SP 14/15/Nov/2009 São Carlos, Carapicuíba ou São Bernardo
TO 31/out Palmas

Disputa pelo PT em Belém

A disputa pela direção do Partido dos Trabalhadores em Belém promete ser quente , quatro chapas disputam o comando do PT.
Disputam o cargo o vereador Adalberto Aguiar( Unidade na Luta), que concorre à reeleição,Suely Oliveira, pela DS (Democracia Socialista), Cláudio Tupinambá Arroyo,(Mensagem ao Partido) e Apolônio Brasileiro(PT pra valer)
As eleições, em todo o País, estão marcadas para 22 de novembro.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Bom Conselho

Chico Buarque


Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança

Venha, meu amigo
Deixe esse regaço
Brinque com meu fogo
Venha se queimar
Faça como eu digo
Faça como eu faço
Aja duas vezes antes de pensar

Corro atrás do tempo
Vim de não sei onde
Devagar é que não se vai longe
Eu semeio o vento
Na minha cidade
Vou pra rua e bebo a tempestade

Comissão Politica do PCdoB reuni Hoje

Hojeas 17:00 estaremos reunindo a comissão politica do PCdoB para debater a proposta da nova direção Estadual do Partido.
Sem Hora pra acabar

UJS 25 ANOS

Em 22 de setembro de 1984 nascia a União da Juventude Socialista – UJS. Produto da acumulação de forças da sociedade brasileira na resistência contra a ditadura militar, essa agremiação abriga o que há de mais avançado em matéria de organização política juvenil em todo o Brasil. Traz em seu âmago a avançada bandeira do Socialismo e mobiliza os jovens na defesa das reivindicações mais legítimas para a juventude e para toda a sociedade.

Surge numa quadra histórica privilegiada, sob o tremular das bandeiras das “Diretas Já”, no calor da luta política pela liberdade, democracia, soberania nacional e pelos direitos do povo.

No processo constituinte ocupa as ruas, praças e escolas em nosso país na luta pela ampliação do direito à participação política da juventude, na memorável campanha pelo voto aos dezesseis anos. Luta vitoriosa, direito conquistado. Sintonizada com as forças mais avançadas da sociedade brasileira, a UJS participa de todas as lutas do nosso povo nesse período.

Lança a campanha “Jovens curupiras em defesa da Amazônia”, defendendo um desenvolvimento ecologicamente equilibrado na Eco Rio 92. Por falar nesse ano simbólico, ocupa cada pedaço de chão desse país com os “Cara pintadas”, na campanha do “Fora Collor”, pelo impeachment do presidente corrupto Dom Fernando I.

Ocupa a vanguarda da campanha pela ampliação do Estatuto da Criança e do Adolescente, contra a alternativa reacionária da redução da maioridade penal, à luta pela educação pública, gratuita e de qualidade. Na resistência contra o projeto neoliberal que tanto mal causou ao Brasil e ao povo, ergueu bem alto a bandeira do “Fora FHC”, denunciando os crimes do Dom Fernando II.

Teve participação, na linha de frente, mobilizando a juventude e o povo brasileiro ao lado das forças mais avançadas de nossa sociedade em todas as campanhas “Lula Presidente”, de 1989 a 2006. Na 1ª Conferência Nacional de Juventude lançou a campanha por emprego, principal bandeira do programa de Lula voltado para a juventude.

Do ponto de vista organizativo dá uma verdadeira lição de capacidade política, ao realizar seus quatorze congressos, nos anos e respectivos locais relacionados a seguir.

Vejamos: 1º) 1985 – Curitiba/PR / 2º) 1986 – Vitória/ES / 3º) 1987 – Aracaju/SE / 4º) 1988 – Petrópolis/RJ / 5º) 1990 – Curitiba/PR / 6º) 1992 – Vitória/ES / 7º) 1994 – Salvador/BA / 8º) 1996 – São Paulo/SP / 9º) 1998 – São Paulo/SP / 10º) 2000 – Ouro Preto/MG / 11º) 2002 – Aracaju/SE / 12º) 2004 – Brasília/DF / 13º) 2006 – Brasília/DF / 14º) 2008 – São Paulo/SP.

Dentro da correlação de forças do Movimento Estudantil, na luta democrática pela legítima representação, tem a responsabilidade de conduzir, há vários anos, a direção das duas maiores referências da juventude estudantil: a União Nacional dos Estudantes – UNE – que representa a juventude universitária, e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, a UBES.

A Juventude do Araguaia, como é conhecida a UJS, completa um quarto de século com uma rica trajetória. Acima de tudo é uma entidade vitoriosa, um verdadeiro exemplo para toda a sociedade e grande referência para essa parcela tão decisiva na luta do povo que é a juventude.

Vida longa à UJS. Viva a Juventude! Viva o Socialismo!

por George Câmara, petroleiro, advogado e vereador em Natal pelo PCdoB - georgemetropole@yahoo.com.br

Fim de Semana agitado...

Este final de semana eu participei da conferencia Municipal do Partido em Belém e em Tailandia. Construir o PCdoB é bom , mas dá um trabalho rssss

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Protogenes vem em Belém



Dia 25 de Setembro Belém irá receber a visita do Camarada Protogens que vem participar de um ato de filiação das novas lideranças ao PCdoB , participará também de uma debate realizado pelo PCdoB e UJS na Universidade Federal do Pará.

Novas Filiações ao PCdoB fortalecem o partido no Pará.




Em ato realizado ontem na sede do Partido em Belém Wilson Caju e Carlos Lucena assinaram a ficha de filiação ao Partido Comunista do Brasil, participaram do ato o Presidente do PCdoB Neuton Miranda , o presidente da UJS Rodrigo Moraes e várias lideranças políticas do partido.No ato também se filiaram 10 atletas do All STAR .

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

PCdoB indica novo secretario da SEEL

Em reunião da Comissão Politica realizada na noite de terça, foi aprovado para ser a indicação do partido para ocupar a Secretaria de Esporte e Lazer do Pará o camarada Jorge Panzera.Atualmente Panzera ocupava a sub-chefia da casa civil, reconhecido pela copetencia e pela capacidade politica Jorgnho deve ajudar a desenvolver o esporte no Pará.
É provável que o ministro dos Esportes Orlando Silva venha a Belém prestigiar a posse.

P.S: Tanto Jorginho quanto o Orlando Silva foram presidentes da UJS....

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Em Manaus...

To em Manaus esperando a hora de ir pra Caracas,Já visitei a sede do Partido,reencontrei amigos , super Massa.

P.S : Não consigo compreender como perdemos a copa pra essa cidade :(

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Rumo a caracas ...venezuela

CAmaradas amanhã estrei viajando para a Republica Bolovariana da Venezuela, participarei representando a UJS no congresso da Juventude do PCV .
Mando noticias da terra de Chavés.

PCdoB

Este domingo estive em Tailândia para reunir com a direção municipal do municipo. Confirmamos para o dia 13 de setembro a data da conferencia municipal do partido. Teremos candidato a Dep.Estatual do partido na cidade , trata se de João Paulo, filho do ex-prefeito Chico Baratão.
É O PCdoB construindo uma forte chapa rumo a disputa em 2010

vencemos outra

A chapa apoiada pela UJS venceu por mais de 100 votos de diferença a eleição do grêmio da escola Avertano Rocha.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

UJS disputa grêmio

Está rolando hoje as eleições do Grêmio da Escola Avertano rocha em Icoaraci, 3 chapas disputam a direção da entidade.A UJS disputa a eleição com a chapa 1(força jovem).Eu aqui de Altamira to na torcida pela vitória da chapa 1.

UJS e a Justa Politica

A UAP e UMES são as principais entidades do movimento estudantil paraense, as duas entidades são presididas por militantes da UJS e seguem a linha de luta estabelecida pela direção da UJS.
A principal bandeira de luta dessas entidades nesse próximo período será a conquista das COTAS na UEPA.Lamentamos o fato da Governadora Ana Júlia ter VETADO o projeto.A UJS e seus militantes tem a clareza que é necessário democratizar o acesso a UEPA. Continuaremos na luta e se necessário radicalizaremos para garantir o povo na Universidade.

Que dia

Acabei de reunir com o presidente da UJS de Altamira, as 16:00 irei reunir com a direção municipal do Partido no município.Já entrei em contato com as direções dos municipios de URUARÁ,PORTO DE MOZ e PACAJÁ, em pauta o Congresso do Partido e a organização de nossa chapa de candidatos a deputado estadual em 2010

Amanhã já em Belém tem plenária de Juventude do PCdoB e domingo estarei em Tailândia reunindo com a direção do partido e com o Camarada João Paulo.Construir o Partido e eleger deputados estaduais

minha saida da presidência da UJS

Em reunião da executiva da UJS realiza ontem eu solicitei meu afastamento da presidência da entidade.....
Calma é só até o dia 1 de Setembro, estarei em atividades em Altamira , Tailandia e na próxima terça estarei viajando para caracas-Venezuela onde representarei a UJS no congresso da juventude do Partido Comunista Venezuelano.Até minha Volta a presidência será exercida pelo camarada Henos Silva.

:)

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O LIBERAL MENTE

Em sua coluna reporter 70 de hoje, o Liberal afirmou que a atual coordenadora da coordenadoria de mulheres da SEJUDH continuaria no cargo e estaria deixando o PCdoB para ingressar no PSB.
A camarada Marcia Andrea está indignada,nunca pensou em deixar o PCdoB e só ficará no cargo se o seu Partido, o PCdoB permanecer no governo de ANA JÚLIA

Palavra do DIA

STALINGRADO

tarefas

Bom o dia foi cheio hoje....Pela manha reunão na UEPA,depois reunião com a professora Graça Silva-Vice Reitora da UEPA.
Tarde reunião da executiva da UJS, noite reunião UJS icoaraci.
Vou tomar um banho que as cinco da manhã to viajando para Altamira....

A governadora decreta.

DECRETO

A GOVERNADORA DO ESTADO RESOLVE:

exonerar, a pedido, de acordo com o art. 135, incisos II e V, da Constituição Estadual, JOSÉ ROBERTO DA COSTA MARTINS do cargo de Secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos.

PALÁCIO DO GOVERNO, 19 DE AGOSTO DE 2009.

ANA JÚLIA DE VASCONCELOS CAREPA

Governadora do Estado


DECRETO

A GOVERNADORA DO ESTADO RESOLVE:

nomear, de acordo com o art. 135, inciso II, da Constituição Estadual, FABIO DE MELO FIGUEIRAS para exercer o cargo de Secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos.

PALÁCIO DO GOVERNO, 19 DE AGOSTO DE 2009.

ANA JÚLIA DE VASCONCELOS CAREPA

Governadora do Estado

LÁ VEM DILMAAA

Pesquisa Vox Populi: Serra 30%, Dilma 21%, Ciro 17%
O Jornal da Band da noite desta terça-feira (18) divulgou os resultados de uma pesquisa do Vox Populi em que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), tem 30% dos votos para presidente da República em 2010; e a ministra Dilma Rousseff tem 21%. É a primeira vez que um instituto de pesquisa aponta apenas 9 pontos de distância entre Serra e Dilma.

No mesmo cenário, Ciro Gomes (PSB) aparece em terceiro, com 17%, e Heloisa Helena (PSOL) tem 12%. Com entrevistas coletadas entre 31 de julho e 4 de agosto, a pesquisa não testou o nome da senadora Marina da Silva, que anunciou hoje seu desligamento do PT e deve se candidatar à Presidência pelo PV.

Em um segundo cenário, sem Ciro, Serra alcança 36%, Dilma 24%, e Heloisa Helena 16%.

Dilma Rousseff aparece em primeiro lugar, com 25% das intenções de voto, quando o candidato tucano é o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). Aécio fica em segundo, com 21%, seguido por Heloisa Helena, com 18%

Em um cenário com Aécio e Ciro, Dilma aparece com 21%, em um empate técnico com Ciro, que tem 20%. Outros 17% dos entrevistados preferem Aécio, e 12%, Heloísa Helena.

A margem de erro da pesquisa encomendada pela Band é de 2,2 pontos percentuais. Dois mil eleitores foram ouvidos em 24 Estados. Por ser a primeira pesquisa da série, não é possível apontar tendências ao recuo ou avanço das intenções de voto em cada candidato.

A pesquisa Datafolha, publicada pela Folha de S.Paulo no último domingo (16) – porém com entrevistas coletadas há menos tempo, entre os dias 11 e 13 – mostra os presidenciáveis nas mesmas posições, porém com números bem diferentes.

No cenário com Serra, Dilma, Ciro e Heloísa, o governador paulista aparece com 37% (7 pontos a mais que no Vox Populi) e a ministra com 16% (5 pontos a menos). Ciro figura com 15% (2 pontos a menos). Apenas Heloísa Helena tem os mesmos 12% nas pesquisas dos dois institutos. O Datafolha ouviu os eleitores sobre dois cenários em que aparece o nome de Marina, que tevem em ambos 3% das intenções de voto.

Da redação, com Jornal da Band

Grande CHICO

Só o Chico consegue ser o amante, o trovador, o político, o cronista E o malandro...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

É verdade

"A saída d PCdoB da sejudh para a entrada do PP, representa um distanciamento dos movimentos sociais e uma guinada a direita do governo" NEUTON MIRANDA

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

ato pela redução da jornada da trabalho


Amistoso

Foi em tom amistoso a conversa da governadora Ana Julia com o secretario de justiça Roberto Martins , o encontro realizado hoje na casa da governadora oficializou a saida do PCdoB da SEJUDH.

homenagem do ICASAAAAA

Aos amigos
Diniz
Jorge Panzera
Marcão Fonteles
Mailson
Aroldo
Marcela
Diogo
e mais uns 10 que é só isso de amigo bicolor que eu tenho o resto é tudo LEÃOOOOOOOOOOOOOOO

"VAMO" SUBIR PAPÃO KKKKKKKKK

ACABOU FILHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
6 x 2 que vergonha......
da-lhe ICASAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

M-O-N-O-B-L-O-C-O

Fantástico o show do monobloco sexta -feira.A galera vibrou e ainda encontrei muitos bons amigos..Salatiel,Natasha,yury,Tiago Ventura,Rafaela, Renatinha,Raoni, Luiza etc......
Que noite

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Samba da ingratidão

Chora, não vou ligar
Chegou a hora
Vai me pagar
Pode chorar pode chorar (mais chora!)
É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar, vou festejar
O teu sofrer, o teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

La laia, la laia
La la la

Hoje tem, ....

MONOBLOCOOOOOOOOOOO

Ampliação de base?

vale lembrar que em 2006 o Doutor Almir concorreu as eleições com uma AMPLA base de apoio , 15 partidos ( PSDB-PP-PTB-PSC-PL-PFL-PAN-PRTB-PHS-PMN-PTC-PV-PSDB-PRONA-PT do B)e ele PERDEU as eleições.
Ampliação de base não é somente na Assembléia legislativa , ampliar bases significa se enraizar nos movimentos sociais, conquistar novos espaços na sociedade , nas organizações sociais.
Espero sinceramente que o exemplo do Doutor Almir não se repita.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

O que fala a SDDH sobre a saida do PCdoB da sejudh

CARTA SOBRE A POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA SEJUDH - ESTADO DO PARÁ.
A decisão do Governo Estadual de incluir a política de promoção dos direitos humanos entre as prioridades para a atual gestão, foi muito bem vinda para a maioria de organizações de direitos humanos, entidades da sociedade civil e boa parte dos movimentos sociais. Embora estejamos muito distantes do horizonte desejado, existem diversos avanços a serem registrados.
De fato, foi criada uma Secretaria de Direitos Humanos (SEJUDH), que iniciou a partir de uma discussão prévia com vários setores da sociedade, um diagnóstico da realidade do Estado do Pará, feito este consolidado com a realização da 1º Conferência Estadual de Direitos Humanos. Ato contínuo, foi criado e instalado o Conselho Estadual de Direitos Humanos que era uma aspiração histórica de nossas organizações.
Também foi discutido e construída a política estadual de direitos humanos cujas ações estão sendo implementadas em menor ou maior grau, dependendo do poder de mobilização de recursos financeiros e humanos dos vários Órgãos do Estado.
È fato hoje, a possibilidade de discussão das principais questões que envolvem as violações de direitos, e a tentativa de construção de mecanismos que as impeçam. Destacamos entre outras as seguintes:
- O Plano Estadual de Direitos Humanos.
- A Política de Promoção dos Direitos dos Povos Indígenas
- A Política de Promoção da Igualdade Racial
- A Política de Promoção dos Direitos da Mulher
- A Política de Promoção dos Direitos da Juventude
- A Política dos Direitos das Crianças e Adolescentes
- A Política de Direitos dos Idosos
- A Política de Defesa da Pessoa com Deficiência
- A Política Estadual de Defesa da Livre Orientação Sexual
- Direitos Humanos para as Pessoas com Sofrimento Psíquico e Vítimas do Uso Abusivo de Álcool e Outras Drogas

Reconhecemos a importância da implementação dos Centros “Maria do Pará”, que em parceria com o Governo Federal estabelece uma rede integrada (estadual) de atendimento das mulheres através de uma equipe multidisciplinar; O Programa de Ações Integradas e Referenciais (PAIR), que desenvolve um mapeamento (diagnóstico) da exploração sexual no Pará; O combate a sub-notificação de nascimentos e mortes, denominada “subregistro civil”, a Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (COETRAE), A elaboração do projeto para implementação do Grupo Móvel Estadual de Prevenção e Combate ao Trabalho Escravo, as propostas de combate ao tráfico de mulheres, os Centros de Atendimento às Vítimas de Violência, o PROVITA, o PPACM, a realização de concurso público para a SEJUDH, as ações para educação em direitos humanos, entre outras ações salutares em nosso entendimento.

Sabemos que ainda não se tratam de ações que trazem mudanças estruturais na realidade de violações, pois a conjuntura é muito difícil com um quadro de exclusão social extraordinário resultante da desigualdade social e econômica que à décadas predominam em nosso Estado e País. A concentração de renda e terra, o modelo de exploração extrativista agro-mineral predatório que devasta nossas terras e florestas, os índices de violência urbana e rural, com destaque para a violência e criminalização contra movimentos sociais, que exigem ações do Poder Público que demonstrem o compromisso de nossa sociedade com os direitos humanos e com o estado democrático de direito.

Nesse quadro complexo, resolvemos nos posicionar pela continuidade de políticas que entendemos estarem no rumo correto por parte do poder público, num momento em que se discute a reformulação da gestão do Poder Executivo Estadual. Sempre defendemos que o principal critério deve ser o do povo. A garantia de direitos e de políticas públicas que atendam o seu interesse.

Acabamos de ter publicado o III Plano Nacional de Direitos Humanos e, queremos a sua implementação também no Estado do Pará, pois se trata do resultado de anos de debates, acúmulos, e porque não dizer, de esperança de milhares de pessoas, de organizações e de instituições comprometidas com a justiça social. O Poder Executivo Estadual, através da atual gestão na SEJUDH, as diversas Secretarias, o Poder Judiciário, o Legislativo, as diversas instituições, as entidades da sociedade civil, principalmente as presentes no Conselho Estadual de Direitos Humanos tem esse desafio no horizonte próximo e no distante, pois as violações diuturnas de direitos, muitas praticadas pelo próprio Estado, exigem este nosso compromisso.


Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos - SDDH.

Movimento de Mulheres do Campo e da Cidade - MMCC.

Movimento de Mulheres Trabalhadoras de Altamira Campo e da Cidade.

Movimento Nacional de Direitos Humanos- MNDH- Regional Amazônia.

Associação dos Defensores Públicos do Estado do Pará – ADPEP.

Movimento LGBT do Pará.

AGALT – AMAZON.