domingo, 21 de fevereiro de 2010

Morre o Camarada Neuton Miranda....



Recebi hoje as 00:50 o telefonema do Camarada Jorge Panzera dando a Triste noticia do falecimento do Camarada Neuton Miranda.Estou agora na sede do Partido ajudando a resolver alguns problemas.
Neuton se encontrava em Belterra e passou mal durante a noite de ontem e teve um infarto que infelizmente lhe tirou a vida.O corpo chega de tarde e sera velado na Assembleia Legislativa.

3 comentários:

evangelina disse...

Estamos de luto. Perdemos o amigo, o mestre, o companheiro, o revolucionário do nosso projeto de titulação da população ribeirinha. Sei que, nesse momento, nos, superintendentes do patrimônio da Uniao, em todo o Brasil, estamos no Para, de coração, junto ao Lelio e ao Rogerio (MG), chorando a perda do nosso querido Neuton.
Evangelina de Almeida Pinho
Superintendente do Patrimonio da Uniao em Sao Paulo

Anônimo disse...

Dr Neuton fará uma enorme perda na política paraense. Uma pena, qts filhas da mãe deveria morrer e não morrem cedo? cruel.

Fausto disse...

UNE DE LUTO: MORREU NEUTON MIRANDA

Os últimos dias foram de imensa tristeza e luto para o povo do Pará. Aproximadamente às 23 horas do último sábado falecia Neuton Miranda, vítima de um enfarto enquanto distribuía títulos de terra para ribeirinhos da cidade de Belterra (PA), a serviço da Gerência Regional do Patrimônio da União.

O falecimento de Neuton é uma perda irreparável não só para os militantes do PC do B, partido do qual era presidente no Pará, mas sim para toda a sociedade brasileira e mais intensamente para aqueles partidos e movimentos que tem em suas raízes a identificação com as causas dos trabalhadores.

A nossa nação perdeu um valoroso cidadão e a esquerda brasileira terá que seguir caminho na ausência de seu mestre determinado e inconteste líder. A União Nacional dos Estudantes, entidade que durante seus mais de 72 anos de história sempre esteve presente nas lutas populares, se sente no dever de prestar a última homenagem a este grande lutador do povo que foi Neuton Miranda.

Foi quando assumiu a tarefa de ser Vice Presidente da UNE na gestão encabeçada pelo valoroso Honestino Guimarães, até hoje desaparecido por ousar enfrentar o regime de exceção, que a história de Neuton se cruzou com a história da UNE em um dos momentos mais decisivos da luta política, momento em que os estudantes se mobilizavam no país inteiro para resistir à atroz ditadura que usurpou dos brasileiros a oportunidade de viver em uma sociedade com o mínimo de legalidade democrática. Mesmo na clandestinidade o camarada “Viet” (codinome clandestino) não se eximiu de ajudar a construir a nossa entidade, escrevendo seu nome na história da resistência estudantil.

Todas as dificuldades impostas pela vida foram sempre superadas de forma coerente e sábia por este grande militante. Sua vida foi marcada pelo vigor revolucionário dos justos e pela valentia de um guerreiro que morre sem nunca ter baixado a cabeça ou estremecido em suas convicções nos momentos em que era atacado pelas elites e pelos oligarcas aos quais combatia.

É por isso que a União Nacional dos Estudantes também chora a morte de Neuton Miranda e ao mesmo tempo conclama todos os estudantes a manterem a sua luta, pois seu exemplo de vida engrandece a rebeldia da juventude e dignifica a honra e a glória daqueles que bravamente fizeram a opção de cerrar fileira ao lado das lutas do povo.

A UNE lamenta a grande perda na certeza de que as lembranças do nosso ex – Vice Presidente que hoje nos fazem chorar desde já nos impõem o dever de continuar seu legado, imbuídos da mesma convicção inabalável que lhe caracterizou em vida.

O homem se foi, mas sua biografia e seus ideais continuarão eternamente a embalar os sonhos daqueles em cujos corações ainda arde a chama revolucionária do socialismo e a certeza de que só a luta muda a vida.

Neuton Miranda, presente!



Fausto Bulcão Neto.
Vice Presidente PA/AP da UNE.
www.unemaisforte.blogspot.com