quarta-feira, 9 de abril de 2008

Deputado do DEM diz que não existe trabalho escravo no Pará

'Quem não recolheu um FGTS, não pagou INSS, não colocou um azulejo num banheiro para um trabalhador que nunca viu azulejo, não pode ser entendido como praticando trabalho escravo. Só porque não tem carteira assinada ou uma latrina melhor, não quer dizer que o trabalhador esteja em condições de escravo'. Foi assim, classificando como 'mito do trabalho escravo', que o deputado Luiz Afonso Seffer (DEM) definiu o 'excesso de denúncias' que levam o Pará a ser líder nas estatísticas do trabalho escravo no Brasil.
Concordaram com o Deputado do DEM os Deputados Novelino(PMDB) e Cássio Andrade (PSB)

LAMENTÁVEL A POSIÇÃO DOS DEPUTADOS , UMA VERGONHA!!!!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

esse cassio mensalinho e uma vergonha quer dinheiro.
rsrsrsrsrsr

Henos Silva disse...

É moçada, fica parecendo até piada, uma comédia dessas já se podia esperar de um "DEMO", até de alguns "PMDBistas", mas o jovem Cássio do Partido "Socialista" Brasileiro - PSB é que é o problema e com essa concepção aida quere ser prefeito de Belém, to "começando" achar um absurdo, esse menino ser Deputado, que ele tenha pelos a postura de voltar atrás, nesse que acho, tenha sido um equivoco, um ato falho de sa carreira política. Isso é uma pena.
Henos Silva - Presidente da União Acadêmica Paraense.