segunda-feira, 23 de junho de 2008

Vice de Mário Cardoso.

PCdoB
PSB
PRB
Façam suas apostas....
Eu tenho a minha

12 comentários:

Anônimo disse...

Pode publicar como postagem que é verdade (ignore esse comentário, portanto): o Puty quer fazer o anivaldo vale ser o vice do Mário para encaixar o zé carlos na vice do Dudu e garantir que o governo controle o sucesso do prfeito que deve sair para a câmara ou senado em 2010. Zé Carlos é amigo de longa data do Botelho e dos irmãos metralha (maurilio e marcilio). Anivaldo é amigo pessoal do dudu e não está disposto a aceitar ate pq não ganha nada sendo vice do inexpressivo professor de matematica que naum sabe falar portugues.

Rodrigo Moraes disse...

Vamos Aguardar os acontecimentos...
Mas continuo achando que o vice vai sair do bloco de partidos que coloquei na postagem

Anônimo disse...

fala rodrigo moraes ! parabens pela coragem de enfrentar os lobos na luta por uma vaga na camara dos vereadores.
sobre o tema acima(psol),sabia que esse discurso de radical não duraria muito tempo,pois,todos esses se infectaram pelo poder ainda quando estavam no pt,assim como os comunistas(stalinistas)que coligaram com helder barbalho filho do jader barbalho em ananindeua.
viva a governabilidade não é rodrigo?
e falando nisso , quando tu vens para o pt? o paulinho ta te esperando !

Rodrigo Moraes disse...

Origado pela postagem!!!A governabilidade é sempre importante para ajudar o povo .
Sobre ir para o PT te digo duas coisas, uma quero morrer no PCdoB, e , outra tenho certeza que esse vereador que vc fala que me espera no PT não iria me querer no mesmo partido dele não.
Ele não aguentaria a concorrencia(rss)

Anônimo disse...

Pergunta boba: como o apoio do PCdoB à família Barbalho nos conduzirá ao comunismo???? Governabilidade é importante, desde que pensada em torno de um projeto político estratégico (neste caso, o socialismo?).

Anônimo disse...

conheço o estilo desse anonimo ai de cima rodrigo...é gente do procanto.

Rodrigo Moraes disse...

Derrotar o PSDB em ananindeua é fundamental pra garntir um projeto democrático e popular no Pará

Juventude em Pauta disse...

Rodrigo,

O anônimo das 8:30 (26/06) está mais pedido do que corno no clube dos capitães do time de futebol da escola.
Certamente é alguém que tenta a todo custo manter uma retórica radicalóide, preservando seus ganhos de assessor especial ou DAS de um governo meio aclango (que muda de cor conforme o terreno). Aí, tem que criar uma teoria para se justificar, imaginando uma relação entre aliança eleitoral e comunismo e entre governabilidade e socialismo (certamente naquele conceito de 1a fase do comunismo).
Por isso que ler, definir a matriz, ter clareza de em qual estratégia se meteu é fundamental e DOMINAR O ASSUNTO QUE ABORDA é fundamental.
Estou com a Dilma: socialismo no Brasil não é sinônimo de tática militar. Por isso, defendo o socialismo democrático, emanado da processual revolução democrática. Essa ornitorrinquice intelectual que o anônimo expressa é, seriedade do debate à parte, uma comédia. Lembra-me uma vez, aos 14 anos, que acordei minha mãe na cama dizendo a ela: 'defini minha linha: sou um anarco-comunista de cunho mao-trotskista!'. Estava começando a militar e, evidententemente, estava bem confuso, tanto quanto o sr. Ostra acima (grande produtor de pérolas)

Um abraço,

Leopoldo Vieira

Rodrigo Moraes disse...

Grande amigo, vc como sempre um grande teórico
valeu léo

Anônimo disse...

è rodrigo, te conheci mais radical, lembro que tu fazias confusão por tudo e não aceitava certos acordos moderados(lembro da CPI da xerox na eleição do cahis)e a velha dialetica de marx rumo a social - democracia ?
e falando do leo(porco), quem dera que a teoria se concretiza-se em pratica e que discurso de gabinete se transforma-se em politica publica para o povo.
ainda confio em ti rodrigo para oxigenar as esperanças da juventude junto com a companheira thalita!
SAUDAÇÕES SOCIALISTAS !

Rodrigo Moraes disse...

CPI do CAHIS isso não foi ser radical isso foi ser justo, estavam roubando nosso CA.
Sobre o léo eu respeito tua opnião mas nao concordo.
Obrigado pela postagem...
Continue visitando o blog

Juventude em Pauta disse...

Rapaz, eu bem que tentei transformar discurso e teoria em política pública para o povo, mas nesse governo as coisas são muito estranhas...
Te sugiro, anônimo, aprender português: "transforma-se" é, na verdade, "transformasse", por exemplo. Um povo pouco instruído faz tanto revolução quanto sustenta reformas, porém uma vanguarda que não sabe sequer falar e escrever não consegue nada. Já pensou se os bolcheviques ou a turma do M-26 escrevessem como tu...Quem seguiria eles?