terça-feira, 2 de outubro de 2007

VEJA ataca CHE,mas o povo não liga...VIVA CHE



Gustavo Petta


A última edição da Revista Veja (Che - A farsa do herói)desfechou um ataque, abaixo da linha da cintura, contra a figura do revolucionário Ernesto Che Guevara. Com uma linguagem chula, relembrando fatos isolados e dando voz a dissidentes Cubanos e ex-agentes da CIA, a matéria tenta desmistificar a imagem de pensador, político e revolucionário do argentino Che. Tentam mostrá-lo como um grande fracassado. Coisa típica desse panfleto semanal de pura ideologia liberal e reacionária que é a “grande” Revista Veja. Eu me pergunto: alguém chuta cachorro morto? Não. O dito popular nos é interresante para pensar porque, o “fracassado” Che, merece uma reportagem especial de capa na revista de maior circulação do país. As ações desse, que é um dos líderes da vitoriosa Revolução Cubana, ainda inspiram muitos jovens e adultos na luta cotidiana por um mundo melhor. Esse é o alvo da publicação. Desacreditar Che é mais um trabalho ideológico de por fim a luta pelo socialismo. Mas, enganam-se Roberto Civita e sua laia. Não é qualquer matéria dessa natureza que descolará Ernesto Che Guevara dos mais altos ideais de justiça e igualdade, e mesmo se Che esmorecer, a luta pelo socialismo, do qual ele é um símbolo, persistirá. Enquanto houver a brutal desigualdade entre os homens, haverá os que lutam para mudar tal situação.

3 comentários:

pelego disse...

Realmente um ataque forte desta revista que vende sensacionalismo e opiniões da direita, anunciando até o fim do comunismo e do socialismo, a revista coloca Che apenas como uma imagem, que se estivesse velha não valeria nada, ...que cada um fique com suas concepções e histórias na mente, A figura de Guevara é apenas um símbolo, a tentativa de destruição de suas vitótias e glórias não tiram a vontade de lutar da atual juventude, e a inspiração nesse Líder. (Nairo Bentes)

Ketno disse...

Essa revista há muito tempo perdeu sua credibilidade, não que eu acredite em uma imprensa democrática, sei que isso não existe.

Acho que agora mais do que nunca é necessário uma mídia ao lado do povo e não do lado dessa elite.
Mas não tem nada não!!
Não será ela que manchará a imagem do nosso querido comandante “CHE”.

Acho que a UJS no Pará deveria reproduzir o protesto na porta da Editora Abril em Belém, chamar a imprensa e queimar exemplares dessa revista.

Mas é isso, apenas uma modesta contribuição!!

Um forte abraço

Ketno Lucas

marcela disse...

recomendo a matéria de Alon Feuerwerker (Blog do Alon),
disponível no

http://www.vermelho.org.br/base.asp?texto=26035

che e capitão nascimento!!
e a direita? por que não manda fazer camisas de bush ou fernando henrique?