segunda-feira, 31 de março de 2008

UJS elege 12 na Conferência Estadual de PPJ do Pará

Em um estado grande e cheio de particularidades como o Pará, a 1ª conferência estadual de políticas públicas de juventude termina com saldo positivo, para um debate ainda muito restrito, no Pará.

Como um primeiro espaço aberto para o tema, a conferência cumpre o papel de fomentar a discussão em todo o estado e ainda elaborar um Plano Estadual de PPJ, que leve em consideração as questões regionais e as principais necessidades da juventude paraense.

Nós da UJS garatimos 12 vagas para a Conferência Nacional, demonstrando força e unidade entre nós e uma grande capacidade de diálogo, além, é claro, de propostas consistentes para as PPJs no Estado.

Parabéns à toda a UJS!!!
Parabéns à juventude paraense que provou que sabe fazer política com qualidade!!!

9 comentários:

André Paxiuba disse...

Rodrigo, dizer que a conferencia estadual da juventude foi um sucesso e bastante positiva, eu como militante da juventude, membro da UJS, presidente municipal do PCdoB em Itaituba e presidente da associação dos estudantes de Itaituba discordo e bastante. Uma conferencia que leva o nome de conferencia estadual, onde somente alguns poucos jovens da capital do estado, que não discutiram políticas publicas para jovens que somente se interessaram em ganhar vagas para determinada agremiação partidária, não deve ser dada credito, muito menos levada a serio.
Sobre a conferencia eu tenho alguns pontos a comentar.
• Troquem o nome de conferencia estadual, para conferencia municipal de Belém, pois todos os jovens do interior do estado, que discutiram políticas publicas para seu município, ficaram de fora do debate estadual.
• Pra quer realizar conferencias municipais no interior do estado, se os delegados eleitos nelas e as políticas desenvolvidas, não foram ouvidos na capital.
• Porque os delegados das cidades do interior não receberam as ajudas de custos para se deslocarem a capital.
• Se o recurso para os jovens do interior irem para capital a onde foi para ele ?
• Criticaram tanto o governo passado, e nessa conferencia agiram da mesma forma, e em alguns casos até pior que nas conferencias passadas.
• Se ouve alguma vitoria nessa conferencia estadual, foi a da desorganização, da falta de companheirismo como os jovens do interior do estado, da picuinha e do descrédito da sociedade.
• Que essa conferencia seja exemplo de como não se deve fazer conferencia, e que seus organizadores tomem a consciência que não sabem organizar nada. (e como diria o capital nascimento do filme tropa de elite. “ por favor peçam pra sair”)

Rodrigo Moraes disse...

Caro ANdré, realmente a conferência teve graves problemas,Itaituba e Sntarém não paerticiparam do evento (faltou empenho pra resolver a questão)
Mas o evento teve a grande maioria de perticipantes do interior.
Dos 36 delegados eleitos para conferência nacional apenas 6 são de Belém, ou seja 30 delegados serão do interior do Estado.
Isso representa a integração regional.
Sobre o governo passado em 12 anos não realizaram nenhum evento de juventude.A primeira conferência deverá servir de exemplo para que não se repitam novos erros.

Anônimo disse...

Cezar Nogueira

Pois é meus amigos, nós podemos falar tudo, menos que esta conferência não debateu Políticas Públicas de Juventude, pois até onde eu pude ver, foi o que mais foi Debatido e proposto, prova maior foi no momento da eleição de delegados pra Nacional que TODOS poderam sugerir entre as políticas apontadas nos GDs quais seriam mais importantes de irem para a Conferência Nacional. Agora quem não viu esse tipo de debaté é porque ficou preso as picuinhas partidárias de eleição de delegados, e quem se prendeu a isso deu com os burros nágua, pq boa parte dos delegados foram eleitos por mostrarem envolvimento com os movimentos sociais, como prova maior a Nazaré do Mocambo, que teve a maior votação e nem era da lista ofical do PT uauauauauaua. Juventude é isso, é debate, é política é articulação, e como diria meu amigo Rodrigo Moraes quem não se liga é atropelado pelo bonde da história.

marcela disse...

o interior era nada mais nada menos que 80% da conferência, simplesmente revolucionário para um estado como o Pará!
mais uma prova de que a juventude não se deixa bater pelas dificuldades...

André Paxiuba disse...

Só de pra vocês, assim como para todos os diversos governos que já passaram por esse nosso amado estado, as mais diversas regiões como você diz se restrinja a Belém, Ananindeua, Castanhal e redondezas .
Duvido que me apontem uma única cidade do oeste do Pará que tenha participado.

Anônimo disse...

caro Rodrigo
o PT teve um grande vitória nesta conferencia diferente do que alguns blogs ligados a direita tem falado. foi sim um momento unico na história. o Partido conseguiu se unificar e teve participação em todos os debates, ta de parabens a coordenadoria de Juventude e toda COE. se teve falhas e por que tivemos a coragem de chamar Jovens de todo o Estado e de todos os Partidos.
fico Triste com O Blog quinta emenda qu deixa comentarios anonimos de gente ligada a Direita burguesa que ´so querem fala mal das pessoas. ataquem a nossa politica de govrno mas sem ofende a vida pessoal das pessoas. blog que se preza sabe bem o que debate.
parebens Rodrigo agora a Luta e na Nacional.
OBS: VC rodrigo poderia colocar no seu blog os resultados das demandas e soluções da conferencia.
e abrir um grande debate olline.
Elizeu das Chagas Souza
Assessor de Mov. Socias e Vice Secretario da JPT/PA

Anônimo disse...

Concordo Elizeu: o PT teve uma vitória eleitoral e a UJS teve uma vitória política.

Anônimo disse...

Não acho que o debate do Quinta esteja distorcido, acho que o PT tenta distorcer as coisas já q egeler mais delegado naum tem nda a ver com debater seriamente PPJS

Anônimo disse...

A disputa política da conferência foi articifical, era pura medição de força. Pena para a políticas públicas que são realmente o que interessa.

Gui